Auxílio do governo para quem mora sozinho: quem tem direito a receber?

Auxílio do governo para quem mora sozinho: quem tem direito a receber?

28 de maio de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

É mais comum vermos famílias recebendo ajuda do poder público, no entanto, também há auxílios do governo para quem mora sozinho.

Afinal, independente da quantidade de membros, as despesas mensais podem ser um desafio, principalmente para quem tem baixa renda ou vive em situação de vulnerabilidade.

Um exemplo de benefício para quem mora sozinho é o Bolsa Família, e há mais alguns. Veja quais são e quem tem direito a receber!

Auxílios do governo para quem mora sozinho

Os benefícios sociais do Governo Federal são uma forma de ajudar os brasileiros de baixa renda a se estabilizarem financeiramente. Esses programas visam garantir uma melhor qualidade de vida e ajudar a cobrir despesas básicas, como alimentação, moradia e saúde.

Assim, tanto para quem vive em família, como para quem mora sozinho, é possível ter acesso a auxílio como o Bolsa Família, o Vale Gás, BPC e outros.

Quem tem direito aos benefícios morando sozinho?

Quem mora sozinho e deseja ter acesso aos auxílios sociais disponibilizados pelo governo precisa atender a alguns critérios de elegibilidade. Ter renda mensal per capita dentro do limite estabelecido pelo programa requerido, é um deles.

Outro requisito fundamental é estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico.

Principais programas de auxílio para quem mora sozinho

Os benefícios para quem mora só, não diferem dos que vivem em família:

Bolsa Família

O Bolsa Família é um dos principais programas de transferência de renda no Brasil e, sim, pode beneficiar pessoas que moram sozinhas com o valor de R$ 600 por mês. Para se qualificar, é necessário ter uma renda familiar de até R$ 218 mensais.

Benefício de Prestação Continuada (BPC)

O BPC é destinado a idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade que comprovem baixa renda, inclusive que vivem desacompanhadas. É preciso ter renda per capita de no máximo a 1/4 do salário mínimo.

Auxílio Gás

Com o auxílio-gás, famílias e pessoas que vivem sozinhas podem desfrutar desse suporte social importante para a sobrevivência e o bem-estar. Nesse caso, a renda familiar não pode ultrapassar meio salário mínimo.

Tarifa Social de Energia

Desconto de até 65% no valor da conta de energia elétrica para quem tem renda de no máximo meio salário mínimo por mês;

Isenção em concursos públicos

Pessoas, vivendo sozinhas ou não, que possuem uma renda familiar de até dois salários mínimos podem solicitar a isenção da taxa de inscrição na hora de realizar um concurso público.

Para conseguir esse benefício, na hora da inscrição o candidato deve declarar a condição e informar o número do NIS.

Como solicitar esses auxílios vivendo sozinho?

O primeiro passo para solicitar qualquer auxílio do governo é estar inscrito no Cadastro Único. A inscrição CadÚnico pode ser feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo.

É necessário apresentar documentos como RG, CPF, comprovante de residência e, se houver, certidão de nascimento dos dependentes. Veja o passo a passo:

● Agende o seu atendimento no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) mais próximo;

● Solicite a inscrição no Cadastro Único;

● Leve os documentos necessários;

● Responda ao questionário socioeconômico;

● Um NIS (Número de Identificação Social) será gerado em seu nome;

● Aguarde a aprovação nos benefícios solicitados.

Por fim, os auxílios do governo são muito importantes para garantir que pessoas, sozinhas ou não, tenham condições dignas de vida. Mantenha-se informado e não hesite em buscar ajuda para acessar esses recursos.

Redação


Compartilhar