Avaliação da saúde de agricultores familiares com exposição de longo prazo a pesticidas em uma região nordeste do Brasil: um estudo clínico epidemiológico

Avaliação da saúde de agricultores familiares com exposição de longo prazo a pesticidas em uma região nordeste do Brasil: um estudo clínico epidemiológico

3 de agosto de 2022 Off Por Danielsuzumura
Compartilhar

O estudo dos autores analisou o quadro clínico de 1.000 agricultores da Serra da Ibiapaba, no noroeste do estado do Ceará, região rica em plantações de diversas frutas e hortaliças, e assim obteve dados sobre o perfil epidemiológico dos agricultores da região, os agrotóxicos mais utilizados, uso de equipamentos de proteção individual, comorbidades mais prevalentes.

Homens e mulheres com exposição prolongada e contato direto a agrotóxicos foram avaliados por meio de avaliação clínica.

O estudo avaliou a condição epidemiológica, pressão arterial, peso, altura e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), além da aplicação do Teste de Identificação de Transtornos por Uso e Álcool (Uso de Álcool).

Entre os principais resultados, vale destacar que 17% dos entrevistados relataram utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPI) durante o trabalho de contato com agrotóxicos.

Dentre os agrotóxicos mais utilizados e relacionados ao grau de toxicidade, 25% altamente tóxico e 41% moderadamente tóxico. Quanto ao uso de álcool e peso, verificou-se que 33% dos agricultores fazem uso indevido do mesmo.

Como resultado, nenhuma tendência de morbidade relacionada à exposição prolongada e contato direto com agrotóxicos foi identificada através das análises realizadas, porém, foi atestado o uso equivocado de EPI pela maioria dos entrevistados
 Versão Reduzida.mp4

Sobre o CCAS
O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.  

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira.

São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, por sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas.

É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade.

Não podemos deixar de lembrar que a evolução da civilização só foi possível devido à agricultura.

É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa, assim como a larga experiência dos agricultores, seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça.

Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/.

Acompanhe também o CCAS nas redes sociais:
Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel
Instagram: https://www.instagram.com/conselhoccas/
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/ccas-conselho-cient%C3%ADfico-agro-sustent%C3%A1vel/

Alfapress Com,.


Compartilhar