Cannect lança ecossistema de cannabis medicinal para integrar diferentes atores da saúde

4 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Aporte de R$ 10 MM de investimentos em 2022 vai priorizar a contratação de equipes médicas e assistenciais especializadas. A expectativa é que mais de 7 milhões brasileiros possam se beneficiar da nova modalidade terapêutica no curto prazo

São Paulo, 4 de março do ano 2022 – A Cannect, primeiro ecossistema de cannabis medicinal do Brasil, criado por Fernando Domingues e Allan Paiotti em 2021, anuncia aporte de R$ 10MM de investimentos em 2022 vindos de rodada seed que aposta na proposta de valor da empresa. Entre os investidores há empresários da área da saúde como Rafael Larragoiti, da Advent e Bruno Lagoeiro, da PebMed/Afya; além de Cesar Villares, cofundador da Go4it, entre outros.

A expectativa da empresa é gerar a receita de R$ 1 bilhão na venda de produtos, nos próximos cinco anos. No Canadá, por exemplo, onde o uso de cannabis medicinal é legalizado desde 2001, cerca de 30% da população usa a terapêutica para tratar sintomas causados por doenças crônicas, como dores e enjoos, além de abordagens nas áreas da neurologia, oncologia, pediatria, saúde do esporte, entre outros. “Baseado no potencial de uso já comprovado por estudos científicos, mais de 7 milhões de indivíduos no Brasil podem, em estimativas conservadoras, se beneficiar desta nova modalidade terapêutica no curto prazo”, completa Paiotti.

Conectar pacientes, médicos, instituições de saúde e fornecedores por meio de tecnologia para viabilizar e democratizar o acesso ao conhecimento médico-científico e tratamentos com cannabis medicinal é o desafio da Cannect para 2022. “Nossa visão é focada na saúde e bem-estar do paciente e em oferecer soluções de tratamento contínuo e individualizado. Equipes multidisciplinares atuam para disponibilizar retaguarda médica e assistencial e os devidos monitoramentos de evolução de cada quadro clínico e as devidas intervenções para o sucesso do tratamento”, explica Allan Paiotti, CEO da Cannect.

Seguindo a tendência de outros mercados internacionais, a ampliação do uso do CBD está em avaliação pela empresa, sobretudo para os mercados pet (nos EUA o uso veterinário supera o uso em humanos), de cuidados para a pele e saúde da mulher.

A Cannect conta, ainda, com um comitê executivo com renomados médicos brasileiros como Abdalla Skaff e Claudio Domenico, entre outros. Esses experientes especialistas em suas áreas de atuação já dominam os estudos científicos que demonstram o potencial da cannabis medicinal e são grandes interlocutores do tema. Compõem o comitê, ainda, novos médicos que estão introduzindo a prescrição de canabinóides em suas especialidades.

Destino de confiança para se informar

Como um ecossistema médico integrado, a Cannect entende sua responsabilidade em ampliar o nível de discussão e levar informação técnica e científica para desmistificar e educar o mercado, tanto entre as comunidades médica e científica, como de pacientes e familiares, e nesse contexto, anuncia a aquisição da Cannalize, maior portal sobre Cannabis Medicinal do Brasil. 

Há muita oportunidade para ampliar o conhecimento de leigos sobre uso da cannabis medicinal e da comunidade médica e científica sobre a prescrição e suporte multidisciplinar da abordagem terapêutica. Temas como regulação e entraves para autorização de importação pela Anvisa também serão explorados para esclarecimentos para a sociedade.

“Encontramos sinergia com o trabalho realizado pela Cannalize e unimos esforços com o objetivo de derrubar as fronteiras  e ampliar a discussão do tema com vozes concordantes e discordantes, em debates com toda a sociedade. Queremos ser o destino de confiança sobre cannabis medicinal no Brasil”, declara Fernando Domingues, cofundador da Cannect.

Sobre a Cannect: Lançada em agosto de 2021, a Cannect tem hoje em seu marketplace (www.cannect.life) mais de 420 produtos, o maior portfólio de medicamentos à base de cannabis medicinal da América Latina, com uma proposta de valor que é focada no cuidado integrado e personalizado, e equipes médicas e assistenciais dedicadas aos ajustes necessários para o sucesso do tratamento de cada paciente. Na ocasião do lançamento a empresa recebeu US$ 1,5 MM em investimento para desenvolver e, com seis meses de vida, mais de 500 clientes atendidos e NPS* de 100, a Cannect lança o primeiro ecossistema de cannabis medicinal do Brasil. O NPS (Net Promoter Score) é um dos principais indicadores de desempenho de satisfação de clientes, métrica utilizada por gigantes globais como Apple e Amazon.

Sobre a CannalizeA Cannalize é o maior portal sobre Cannabis Medicinal do Brasil (https://cannalize.com.br) e tem a missão de tornar o uso medicinal da Cannabis cada vez mais acessível no Brasil através da educação. Conta com um painel de articulistas renomados como Caroline Apple, Mara Gabrilli e Jessica Duran, além de um time editorial responsável pela curadoria de informações científicas, análise e desenvolvimento de temas com revisão de especialistas e focados em promover informações atualizadas e seguras.

Bowler Com,.


Compartilhar