CBF mantém data de fim do Brasileirão 2024 e anuncia possibilidade de inversão de mando de campo

CBF mantém data de fim do Brasileirão 2024 e anuncia possibilidade de inversão de mando de campo

27 de maio de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Entidade vai usar períodos de Data Fifa para reorganizar os jogos

Redação Terra Redação Terra 

27 mai 2024 – 17h14
(atualizado às 18h44)
Compartilhar
Exibir comentários

Conselho Técnico Extraordinário da CBF decidiu sequência do Brasileirão
Foto: Divulgação/Rafael Ribeiro/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta segunda-feira, 27, após Conselho Técnico Extraordinário, o encerramento do Campeonato Brasileiro no dia 8 de dezembro, ou seja, sem adiamento devido às rodadas suspensas por causa das chuvas no Rio Grande do Sul.

    Receba as principais notícias direto no WhatsApp! Inscreva-se no canal do Terra

Para manter o fim do calendário conforme o previsto inicialmente, a entidade vai usar os períodos de Data Fifa ao longo do ano para reorganizar os jogos. O reinício da competição neste sábado, 1º, aliás, será feito pela sétima rodada. Até o momento, a tabela detalhada não foi divulgada.

Notícias relacionadas
Foto: Raul Baretta/ Santos FC – Legenda: Gabriel Brazão será o goleiro do Santos nas próximas rodadas da Série B / Jogada10
Saiba quem assume a vaga de João Paulo no gol do Santos
Foto: Lucas Bayer – Legenda: Gabigol permanece com a camisa 10 na Libertadores / Jogada10
Após polêmica, Gabigol retorna ao Maraca com a camisa 10 do Flamengo
Foto: Lance!
Vinícius Júnior abre o jogo sobre a transferência de Mbappé ao Real Madrid

Além de manter a data de término da competição, a entidade anunciou a possibilidade de Grêmio, Internacional e Juventude inverterem mandos de campo no primeiro turno. A mudança, contudo, terá que passar pela aprovação dos adversários.

Por causa das chuvas no Rio Grande do Sul, Beira-Rio e Arena do Grêmio não têm condições de receber jogos pelos próximos meses. Os estádios terão que passar por manutenções após o estrago das enchentes.

Ao término do Conselho Técnico Extraordinário, o presidente do Grêmio, Alberto Guerra, destacou o apoio dos clubes de fora do Estado na tomada das decisões.

“A gente fica feliz também que a grande maioria dos clubes entenderam a situação que estamos passando no Rio Grande do Sul. Tomamos algumas medidas paliativas pra gente retomar e minimizar o desequilíbrio”, disse o dirigente gremista.

Ao ge, Julio Casares, presidente do São Paulo, reforçou que a possibilidade de não ter rebaixamento no Campeonato Brasileiro sequer foi levantada: “Nem os clubes gaúchos levantaram essa possibilidade”.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Fonte: Redação Terra


Compartilhar