Como os fertilizantes orgânicos contribuem para a saúde do solo

15 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Micro-organismos são essenciais para o solo, mas também podem ser patogênicos e trazer sérios problemas ao produtor rural. O uso de fertilizantes orgânicos de alta qualidade contribui para aumentar a qualidade do solo e a produtividade das culturas

Muitas vezes, quando falamos sobre fungos e bactérias no solo, os associamos a doenças ou aos malefícios que podem causar às plantas. E quando falamos sobre ameaças à biodiversidade e extinção de espécies, relacionamos esses acontecimentos somente às espécies animais ou vegetais que habitam a superfície do solo, negligenciando os micro-organismos que estão a ele integrados.

No entanto, esses micro-organismos praticamente invisíveis, são imprescindíveis para determinadas atividades do solo, como a decomposição da matéria orgânica, produção de húmus, ciclagem de nutrientes, fixação do nitrogênio atmosférico, produção de compostos complexos que contribuem para a agregação do solo e controle biológico de pragas e doenças.

É muito grande a biodiversidade de micro-organismos no solo e suas ações, e que podem ser tanto benéficas como maléficas. Neste último caso, os micro-organismos são considerados patogênicos e podem sobreviver em restos de culturas ou plantas hospedeiras e, uma vez instalados nas lavouras, podem trazer sérios problemas ao produtor rural.

“Em nossas culturas e plantações, os micro-organismos patogênicos podem ser adicionados ao solo por um pequeno descuido durante um manejo qualquer. Então, alguns cuidados são essenciais, como realizar com frequência a limpeza dos equipamentos, eliminar plantas hospedeiras, utilizar sementes e mudas certificadas, aplicar fertilizantes de forma equilibrada, fontes orgânicas com garantias de ausência de micro-organismos patogênicos e propágulos de ervas daninhas, fazer a rotação de culturas, realizar tratamento de mudas e sementes no momento do plantio ou semeadura, e incorporar biomassa no plantio”, adverte Rafael de Melo Sousa, Engenheiro Agrônomo e Gestor de Operações Fertilizantes da Terra Nascente Fertilizantes, uma das empresas do Grupo Katayama.

Benefícios do fertilizante orgânico 

A Terra Nascente Fertilizantes foi fundada em 2019, em Guararapes (SP), com o objetivo de promover a destinação correta do esterco das galinhas poedeiras da Katayama Alimentos, uma das principais indústrias avícolas do País. Todo volume de dejetos das aves é destinado para a Terra Nascente Fertilizantes onde é produzido o fertilizante orgânico composto classe “A”, denominado TN Organic Multi.

A produção do fertilizante orgânico inclui a adição de cavaco de madeira ao esterco, promovendo a compostagem da biomassa. Este processo, auxiliado pela boa aeração proporcionada pelo cavaco, acelera o aquecimento das leiras, que liberam o vapor, sendo muito importante para a qualidade do produto final. “Essa alta temperatura e o aquecimento tornam inertes os propágulos de ervas daninhas e eliminam os micro-organismos patogênicos, que eventualmente possam integrar os dejetos”, destaca Rafael.

A fabricação do TN Organic Multi também conta com um moderno sistema de peneiramento, que além de retirar o cavaco de madeira para reúso, gera um produto limpo e homogêneo em granulometria, facilitando a sua aplicação no campo.

Segundo Rafael, é preciso ressaltar que o fertilizante orgânico traz benefícios principalmente para as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, aumenta a biodiversidade microbiana do mesmo e também aumenta a eficiência do fertilizante mineral. “Nossos solos são pobres em nutrientes, pela condição de clima tropical e baixo teor de matéria orgânica. Portanto, é preciso levar esse entendimento ao produtor rural, visando a sustentabilidade do processo e a melhoria do solo, que vai refletir em aumento de produtividade.”

Perfil Terra Nascente Fertilizantes

A Terra Nascente Fertilizantes faz parte do Grupo Katayama, com quase 80 anos de história, que também atua nos segmentos avícola e de pecuária. Alinhada aos preceitos de sustentabilidade e responsabilidade ambiental do Grupo Katayama, a Terra Nascente Fertilizantes foi fundada em 2019 com objetivo de promover a destinação correta do esterco das galinhas poedeiras da Katayama Alimentos, uma das principais indústrias avícolas do país.

Em 2020 obteve o Título Verde (Green Bond) para os investimentos realizados na planta de fertilizantes orgânicos, graças à sua contribuição para a conservação do meio ambiente, clima e desenvolvimento sustentável. A produção do fertilizante orgânico oferece benefícios ambientais tangíveis, como evitar a emissão de gases de efeito estufa na atmosfera.

Dispondo de uma estrutura de ponta, a Terra Nascente Fertilizantes transforma o esterco em um fertilizante orgânico de alta qualidade, o TN Organic Multi, destinado à melhoria da qualidade dos solos e ao aumento da produtividade das culturas, inserindo-se no conceito de economia circular. Todo o processo de compostagem é rastreado e controlado, desde a entrada dos insumos até a comercialização dos lotes dos fertilizantes, não ocorrendo geração de chorume, odores desagradáveis, atratividade de vetores e geração de gases de efeito estufa.

A planta, licenciada pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ocupa uma área coberta e pavimentada de 26.400 m2, em Guararapes (SP), com capacidade de produzir 144 mil toneladas/ano.

Via Pública Com,.


Compartilhar