Conservação e desenvolvimento do Pantanal são temas centrais de fórum na Capital

17 de agosto de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

BID, Mapa, Sebrae, Bombeiros, setor produtivo e entidades discutem medidas para aplicação no bioma

O Fórum Regional de Mobilização Fogo e Desenvolvimento Sustentável no Pantanal, que acontece nesta terça-feira (16), a partir das 14h (horário de Mato Grosso do Sul), vai reunir órgãos governamentais das três esferas, setor produtivo e entidades para debate e apresentação de projeto e desafios que existem no bioma. O evento, realizado na sede do Sebrae/MS, em Campo Grande (avenida Mato Grosso, 1661), é organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do Sebrae e em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul.

A iniciativa, com duração de três horas, tem também transmissão online pelo canal do Sebrae/MS no Youtube e possibilidade de os participantes do formato híbrido interagirem e enviar perguntas. Para o fórum há o apoio da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federação das Associações Empresariais de MS (FAEMS), Ministério Público Estadual, Imasul, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e Governo do Estado.

Para dar amplitude ao debate, o fórum conta com as presenças do Tenente-Coronel dos Bombeiros de MS Leonardo Congro; uma mesa redonda com Pedro Mendes Neto, superintendente em Meio Ambiente e Turismo da Semagro; José Carlos de Pádua Neto, gerente técnico do Sistema Famasul; Soraya Carvalho Barrios de Araújo, coordenadora geral de mudanças climáticas do Mapa; Eduardo Cruzetta, presidente da Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO); e Coronel Angelo Rabelo, diretor-presidente Instituto Homem Pantaneiro (IHP).

A consolidação desse evento está atrelada a um conjunto de atividades que vem sendo executado no Pantanal desde o segundo semestre de 2021. A partir de convênio firmado entre o BID e o Sebrae, com o envolvimento de parceiros tal qual o Mapa, está ocorrendo a promoção e apoio de ações efetivas do setor produtivo que auxiliam na conservação e uso de forma racional do bioma.

Rodrigo Maia, gerente da unidade competitiva do Sebrae/MS, pontua que o resultado dessa união de esforços vai gerar novos horizontes para o Pantanal. “A gente se propõe a apresentar um perfil de projeto para o BID. É uma parceria sólida com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, com ajuda do Ministério da Agricultura e mais as instituições locais. Queremos trazer para o Pantanal novas perspectivas para as atividades econômicas que ocorrem nesse território com práticas sustentáveis”, detalha.

Oficina de combate ao fogo realizada no Pantanal do Nabileque, com apoio do BID, Sebrae e Bombeiros

Esse formato de debate entre instituições e órgãos governamentais já foi realizado em outras duas oportunidades no âmbito do projeto de Estratégica Sistêmica para Mitigação, Prevenção e Combate a Incêndios e Queimadas nas áreas Rurais do Pantanal Brasileiro. Houve um fórum no dia 1 de abril, também realizado no formato híbrido, e um workshop online com entidades atuantes no Pantanal, feito em 5 de agosto.

Trabalho técnico e educacional

O convênio Sebrae-Bombeiros, viabilizado a partir do projeto do BID, promoveu capacitações para prevenção e mitigação do fogo com produtores rurais, trabalhadores em fazendas, comunidades ribeirinhas, estudantes de escolas urbanas e rurais. Mais de 400 pessoas participaram de oficinas e palestras. Houve também a formação de 129 brigadistas em Corumbá, Aquidauana, Miranda, Passo do Lontra e Escola Jatobazinho. Outra realização do contrato envolveu 11 Oficinas de diagnósticos e estudos – 8 em MS e 3 em MT – para identificar a realidade dos diferentes pantanais com relação ao manejo do fogo e as ações de mitigação.

A construção desse trabalho amplo está alinhada ao Plano Estadual de Manejo Integrado do Fogo (Pemif), instituído pelo Decreto Estadual nº 15.654, de 15 de abril de 2021, e à Norma Técnica 45, dos Bombeiros, que direciona e baliza o uso do fogo como ferramenta de manejo. As ações estão, ainda, respaldadas no contexto mundial do compromisso que o Brasil comprometeu-se em efetivar a partir do uso de tecnologias de produção sustentável e busca por cumprir meta de reduzir em 1,1 bilhão de toneladas a emissão de carbono pelo setor agropecuário até 2030, conforme preconiza o Plano ABC+, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Folhetos e guia foram produzidos para orientar o trabalho de prevenção a incêndios

Alinhamento com o Pró Pantanal

As medidas compreendidas dentro do Fórum Regional de Mobilização Fogo e Desenvolvimento Sustentável no Pantanal estão alinhadas com o Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal, uma iniciativa do Sebrae/MS para atuar na recuperação econômica, com fomento na economia criativa, economia da diversidade e aos negócios que já existem nessa região e sofreram impactos causados pelo incêndio florestal. Esse programa tem apoio da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (FAEMS), Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul) e Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Para obter mais informações sobre o programa Pró Pantanal e o projeto Estratégia Sistêmica para Mitigação, Prevenção e Combate a Incêndios e Queimadas nas Áreas Rurais do Pantanal Brasileiro, fale com o Sebrae, pelo pelo número 0800 570 0800, ou clique aqui.

Sebrae-MS


Compartilhar