De repositor a empresário: relações públicas baiano comemora 6 anos de empresa

1 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Conheça a história do Relações Públicas Rodrigo Almeida, que mudou a sua realidade por meio da educação.

Educação é a palavra-chave para a mudança da realidade das pessoas. No entanto, apesar do direito estabelecido pela Constituição, o ensino fundamental ainda não é garantido a todos. Até 2017, 11,3 milhões de pessoas com 15 anos ou mais ainda não eram alfabetizadas, o que significa uma taxa de 6,8%, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As informações também revelam que 40% das pessoas com mais de 25 anos não concluíram o ensino fundamental; 30,7% dos alunos do ensino médio estavam defasados em relação à idade/série ou fora da escola, e outros 46% não se qualificavam para o trabalho e muito menos trabalhavam.

Mesmo com dificuldades desde a infância, o relações públicas e gestor da CRIATIVOS, Rodrigo Almeida, caminhou na contramão da dificuldade e encontrou nos estudos a mudança da sua realidade.

Hoje, o empresário baiano com mestrado em Gestão em Tecnologia Industrial e formação em Relações Públicas, Rodrigo, comemora os seis anos de crescimento da agência na Bahia, masrevela que a sua situação nem sempre foi fácil. “Sou filho de mãe solteira, uma das grandes realidades brasileiras, e durante a infância, infelizmente não tínhamos estabilidade, e por causa disso passávamos muitas dificuldades, inclusive a de não ter onde morar ou comer”, conta.

Rodrigo recorda que em um dos períodos de desemprego da mãe, um dos momentos mais críticos que passou na infância foi quando, ele, a mãe e a irmã não tinham nada para comer em casa e só comiam porque recebiam doações dos vizinhos, que serviam alimentos ou comida pronta.

“Esse momento foi muito decisivo, porque eu, minha mãe e irmã, sempre estávamos juntos, e quando chegamos a essa situação, precisamos nos separar para sobreviver. Minha irmã foi morar com o pai, eu fui morar com minha tia e minha mãe continuou em Salvador, que chegou a dormir na rua em algum momento”, frisa.

Ao ir morar no interior, com 11 anos, o gestor teve a oportunidade de estudar em boa escola onde, a partir deste momento, a história de sua vida começa ganhar novos voos. “Eu sempre gostei muito de estudar e desde muito novo vi a oportunidade de mudança de vida por meio dos estudos. Durante os três anos que morei com minha tia, pude me dedicar aos estudos e vi que ali eu conseguiria algo melhor para nós”, conta.

Aos 14 anos, depois de retornar a Salvador e entrar em umas das escolas públicas conceituadas da capital, motivado pela situação e com muita vontade de mudança, o jovem também se dedicou a fazer algo que pudesse lhe trazer retorno financeiro, como vender bijuterias na rua, sanduíches naturais e, com o espírito empreendedor, desde adolescente, juntou-se a uma amiga para trabalhar com balões decorativos para festas.

Rodrigo entrou aos 17 anos em sua primeira universidade, apesar de não conseguir concluir, por causa das condições financeiras não permitirem.  Ao chegar ao curso de Relações Públicas como bolsista integral, o gestor revela que ali sentiu que este era o curso que iria concluir. Além disso, foi a partir deste momento em que a sua situação começou a ganhar novos rumos.

O rapaz, que trabalhou como repositor em supermercado, começou a ter oportunidades e agarrá-las. “No primeiro semestre do curso montei o projeto ‘Café Fervendo’, com foco em debates com temáticas sociais importantes, e assim comecei a assumir responsabilidades que me levaram a oportunidades de estágios em empresas baianas”, fala.

Em sua trajetória profissional, o jovem empresário baiano passou pela Universidade Salvador (Unifacs), Instituto Federal da Bahia (IFBA), Secretaria de Educação Municipal de Salvador, como assessor, redator etc. Trabalhou na Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), onde realizou seu mestrado. Também passou pelo Senai-Cimatec, onde criou e participou de projetos que o preparam para a abertura da CRIATIVOS.

Em 2016, o empresário reuniu todo o conhecimento adquirido e usou para abrir o seu negócio. “Foi neste ano que eu iniciei a empresa, que só contava com mais uma pessoa, Monique Maione, amiga e parceira de desafios. De fato foi a coisa mais certa que eu realizei” celebra.

O relações públicas hoje comemora os seis anos do empreendimento e destaca os principais trabalhos realizados com sucesso. “Durante esses anos, trabalhamos com o maior jornal do estado, o Jornal Correio, com o Afro Fashion Day, Tv Aratu. Com a credibilidade construída ao longo desse, atendemos as Americanas, Nubank, Oakley, Paris 6 Salvador, Cia Marítima, Cemitério Parque Bosque da Paz, além de diversos projetos e artistas”,conta.

Rodrigo Almeida acrescenta quea CRIATIVOS nasceu tímida, mas que sempre entendeu que para chegar onde chegou, seria necessário paciência na construção de uma imagem consolidada, formada pela excelência do serviço prestado.

“Desde a abertura do empreendimento, o foco sempre foi a excelência. Hoje a empresa conta com 10 funcionários diretos, entre profissionais e estagiários, e já atendemos pouco mais de 40 clientes de todo o Brasil”, complementa.

Para Rodrigo, que veio das dificuldades, consolidar a empresa no mercado baiano, onde há competitividade com excelentes profissionais, é sinônimo de muita alegria. “Acredito que tudo que passei nesta vida e todos os lugares que trabalhei me permitiram entender que para alcançar o objetivo é preciso ter paciência, resistência, resiliência, coragem e excelência no que faz”, afirma.

Com espírito empreendedor e sempre buscando inovar no serviço prestado, o gestor adianta que nestes seis anos da CRIATIVOS, o que marca esse momento é a expansão da empresa.

“Estamos em movimento de abertura de outro espaço em outro estado. Isso acontece porque o objetivo é expandir e estar mais próximo da mídia que sempre nos abre as portas em todas as regiões do país”, celebra.

Além de ter se tornado referência da comunicação no estado, Rodrigo completa que hoje sua maior realização é poder oferecer novas experiências de vida para a sua família. “Eu sou muito grato e feliz. As coisas nunca foram fáceis na infância e hoje não é diferente, mas poder ressignificar tudo que foi vivido e poder dar momentos especiais aos meus familiares, é sem sombra de dúvida muito gratificante. E, de fato, se não fosse a educação, eu não seria quem sou hoje. Ainda temos muito a fazer e aqui é só o começo”, finaliza.

Para mais informações, entrevistas e pautas com Rodrigo Almeida, ligue para (71) 99198-6602 (Wandel Cerqueira | Assessoria CRIATIVOS).

Por Wandel Cerqueira


Compartilhar