Do administrativo ao mundo da fotografia, Sebrae/MS esteve presente em trajetória de fotógrafa

17 de agosto de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

No Dia da Fotografia, celebrado em 19 de agosto, confira abaixo a história de Janete Maria de Oliveira, que recentemente expandiu seu negócio

Coragem é uma qualidade de quem decide empreender, uma sensação que a empreendedora campo-grandense Janete Maria de Oliveira, 48, conhece bem. Formada em Pedagogia, mas tendo atuado durante anos no setor empresarial, na área administrativa, ela deu um salto quando decidiu mudar de carreira. E, foi na fotografia que se encontrou, especificamente, no ramo empresarial, atendendo a empresas de grande porte, e recentemente, com a expansão do seu público-alvo para negócios liderados por mulheres. Essa transformação teve o incentivo do Sebrae/MS, que, em alusão ao Dia da Fotografia, celebrado em 19 de agosto, conta abaixo a história da fotógrafa.

Apesar de ter atuado anos como funcionária, no setor empresarial, a fotógrafa afirma que a criatividade sempre esteve presente em sua essência. Essa criatividade se manifestou quando, após passar por um momento difícil, ela sentiu a necessidade de uma mudança de carreira. Mas, a fotografia, que até então era um passatempo praticado em viagens não foi sua primeira opção. Primeiro, Janete se aventurou pelo mercado publicitário na área de atendimento, além de realizar “freelancers” – alguns trabalhos isolados, sem vínculo empregatício – para agências e empresas. Até que um amigo, notando seu interesse pela fotografia, a incentivou a tentar a profissão, na qual ela se mantém a 11 anos.

E de seu início de carreira até agora, ela já realizou os mais diversos trabalhos. Um deles foi a cobertura com sócios da época do evento “Miss Mundo Brasil”, durante os anos de 2010 até 2012. Entretanto, com o passar do tempo, sentiu mesmo que era no mundo da fotografia empresarial que gostaria de atuar. “A proposta do estúdio sempre foi a fotografia corporativa, trabalhar com fotos de produtos, atendimentos de empresas, tudo que fosse do nicho empresarial”, relata. Assim, começou a dar seus primeiros passos nesse ramo, e daí em diante foi ganhando experiência e formando vínculos com agências e estúdios.

O Sebrae/MS foi um auxiliador nessa jornada. Ela já conhecia a instituição de apoio aos pequenos negócios antes mesmo de abrir sua própria empresa. Nos empreendimentos que passou, ele esteve presente por meio dos cursos e capacitações oferecidas. “O Sebrae sempre fez parte da minha trajetória profissional, tanto dentro das empresas, como também sendo empreendedora. Primeiramente, quando fiz meu MEI [Microempreendedor Individual], e depois mais afundo no programa Sebrae Delas”, comenta.

Foi por meio do Sebrae Delas, um programa de aceleração que visa aumentar a probabilidade de sucesso de ideias e negócios liderados por mulheres, que a empreendedora começou a se envolver ativamente. Ela conta que, em decorrência dos anos de pandemia de Covid-19, sentiu uma mudança no mercado e encontrou nas ações apresentadas uma oportunidade. “Em 2021, li uma matéria sobre o Sebrae Delas. Gostei muito e eu sentia a necessidade de me reinventar, fazer networking, conhecer novas linguagens e melhorar meus processos”, expõe.

Foi então que ela iniciou o acompanhamento, com várias mentorias, que resultaram em melhorias para a empresa. Descobrir novas ferramentas para melhorar a performance, e deixar os processos menos árduos, foram pontos notáveis. Além disso, Janete destaca a participação em uma vivência em Bonito (MS), que proporcionou a criação de laços com empreendedoras e após isso, ela participou de um novo encontro, dentro do programa. “Eu fiz uma palestra sobre Fotografia, contei minha jornada e meus processos. Foi maravilhoso, não só porque consegui me reconhecer como empresária, mas, também a aprender a olhar com amor para minha jornada”. E complementa: “O Sebrae Delas não me fez só melhorar meus processos, através dele consegui me reconhecer em minhas colegas, essas mulheres que estão na luta, empreendendo”.

A vivência, e esse momento de reflexão, foi fundamental para a empresária dar o próximo passo, e reinventar o seu negócio. Janete conseguiu notar uma nova oportunidade de atuação dentro de sua empresa, e começou a pensar fotografias empresariais voltadas para o público de mulheres empreendedoras. “Quando vou em um pequeno negócio, eu olho com tanto amor para eles. Porque entendi os processos, o que está por trás disso. O Sebrae Delas me fez olhar e falar ‘é isso que eu quero, eu quero atender esse nicho, atender essas mulheres’”, pontua.

Sua decisão para a expansão se adequa à realidade atual do mercado, onde o empreendedorismo feminino vem se estabelecendo cada vez mais. De acordo com a pesquisa “Perfil das Empreendedoras Sul-Mato-Grossenses em 2021”, publicada pelo Sebrae em março do ano passado, no Estado, 72,92% das empresas lideradas por mulheres são recentes, com período de um a cinco anos de atuação.

Sebrae Delas

O Projeto é construído especialmente para empreendedoras, buscando em Mato Grosso do Sul valorizar competências, comportamentos e habilidades das mulheres, difundindo e profissionalizando o empreendedorismo feminino por meio do suporte à gestão, capacitação, oficinas, encontros, consultorias e mentorias.

Com a proposta de auxiliar no processo de ideias e garantir o sucesso para as empreendedoras, as capacitações são voltadas para temas essenciais, como expansão do negócio, liderança, visão estratégica, finanças, clientes e concorrência, vendas e marketing e gerenciamento. O programa também abre a possibilidade para que as mulheres construam uma rede de apoio segura e compartilhem entre si suas dificuldades e soluções frente a um negócio.

Serviço

Janete Maroli Fotografias

Instagram: @janetemarolifotografia

Site Google – Confira a empresa Janete Maroli Fotografias

https://www.behance.net/marolifotografia

Sebrae – MS


Compartilhar