Dra. Genevieve Coelho celebra 14 anos do IVI Salvador com quase 4 mil bebês nascidos e parceria para a primeira pós-graduação em Medicina Reprodutiva da Bahia
Dra. Genevieve Coelho

Dra. Genevieve Coelho celebra 14 anos do IVI Salvador com quase 4 mil bebês nascidos e parceria para a primeira pós-graduação em Medicina Reprodutiva da Bahia

24 de maio de 2024 Off Por Marco Murilo Oliveira
Compartilhar

A médica ginecologista, especialista em medicina reprodutiva, Dra. Genevieve Coelho, uma das mais reconhecidas do país, está em festa pelos 14 anos do IVI Salvador, clínica que fundou em 2010 e hoje integra um dos maiores grupos globais de medicina reprodutiva, o Grupo IVIRMA. Ao longo destes anos, o IVI Salvador contabiliza mais de 11 mil atendimentos realizados – entre homens e mulheres – para os mais diversos tratamentos. Com mais de 3.600 nascimentos ao longo desse tempo, o que lhe confere uma média de quase 1 bebê nascido por dia de existência da clínica.

Além das altas taxas de sucesso nos tratamentos oferecidos, o IVI Salvador desfruta de tecnologia de ponta e de pesquisas e tratamentos dos mais modernos do mundo, já que realiza intercâmbio com as demais 190 clínicas nos 15 países onde o grupo está presente. “O nosso objetivo é oferecer o melhor em técnicas e tratamentos de reprodução assistida. Nossa missão é garantir uma atenção integral e humanizada às pessoas que sonham ter filhos e ficamos sempre muito felizes em conseguir ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos”, conta a especialista.

Além de sede no bairro da Pituba, em Salvador, o IVI mantém atendimentos no Litoral Norte, com unidade em Lauro de Freitas (que completou recentemente seu primeiro ano de atividades) e acaba de assinar um terno de cooperação com a Faculdade ZARNS para ministrar a primeira pós-graduação em Medicina Reprodutiva da Bahia, utilizando sua estrutura e know-how. Vale lembrar que, além de pacientes da Bahia, o IVI também atende pessoas de Aracaju, Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, entre outros estados do Brasil, que viajam até a capital baiana em busca de qualidade de serviço. Além de brasileiros, a clínica também já atendeu pacientes estrangeiros vindos do Equador, Reino Unido, Italia, Angola, Estados Unidos, entre outros.

Chris Midlej


Compartilhar