ELEIÇÕES 2022 Pesquisa BTG/FSB: Lula lidera com 41% e Bolsonaro sobe para 32%

26 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Ciro aparece na terceira posição, com 9%

Por REDAÇÃO 25/04/22 às 13H18 atualizado em 25/04/22 às 13H53

Lula (Esquerda), Bolsonaro (Direita). Fotos: Reproduções

A Pesquisa eleitoral BTG/FSB divulgada nesta segunda-feira (25.abr.22) confirma a mostra da Ipespe, onde revela que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente com 41% das intenções de votos. O atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), está no 2º lugar, com 32%, no cenário principal com 12 pré-candidatos. 

A íntegra da pesquisa.  

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece na terceira posição, com 9%. Esse resultado é para o levantamento estimulado, quando os entrevistados recebem uma lista prévia de nomes de pré-candidatos.

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) e o deputado federal André Janones (Avante) conquistariam 3% nas urnas. A senadora sul-mato-grossense Simone Tebet (MDB) teria apenas 1% dos votos, empatando com Vera Lúcia (PSTU), também com 1%.

José Maria Eymael (DC), o empresário Felipe D’Ávila (Novo), Sofia Manzano (PCB), o deputado federal Luciano Bivar (União Brasil) e Leonardo Péricles (UP) não pontuariam, segundo a pesquisa. Considerando a margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, todos esses pré-candidatos estão tecnicamente empatados, com “0” por cento dos votos.

Desistiram da disputa pelo planalto: o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) e o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB).  Entraram na lista: José Maria Eymael, Vera Lúcia, Sofia Manzano, Luciano Bivar e Leonardo Péricles. Essa semana, o ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta chamou de “teatro” os nomes da chamada “3ª via”

A última pesquisa da BTG que dá para traçar uma comparação é de março, quando Lula tinha 43% das intenções de voto. Poderia se dizer que Lula encolheu e Bolsonaro subiu com a saída de Sérgio Moro da corrida eleitoral.

O Instituto FSB, contratado pelo banco BTG Pactual, disse que na pesquisa divulga hoje, ouviu 2.000 eleitores de 16 anos ou mais entre os dias 22 e 24 de abril. As entrevistas foram feitas por telefone. O índice de confiança do levantamento é de 95%. No Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a pesquisa está registrada sob o número de protocolo BR-04676/2022.

Nesse levantamento a soma dos candidatos de 3ª via encolheu de 24% para 17%, reforçando a polarização Lula x Bolsonaro. 

O petista segue forte no eleitorado de baixa renda, ao passo que atual presidente se recupera na classe média e entre os evangélicos. “Lula segue na liderança, mas sua vantagem diminuiu bastante no último mês. Apesar de ter recuperado parte do eleitorado que votou nele no 2º turno de 2018, Bolsonaro segue com alta rejeição (57%)”, analisou Marcelo Tokarski, sócio-diretor do Instituto FSB Pesquisa. 

A pesquisa da BTG ainda revelou que 71% diz que decisão de qual candidato deve votar já está tomada. 27%, porém dizem que podem mudar o voto.  

MS Notícias


Compartilhar