Empresário e investidor, Victor Oliveira lança novo projeto de ensino online que prevê 1 milhão de alunos em dois anos

24 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Colégio Turma Brasil terá aporte de R$ 10 milhões em 2022 e busca formar alunos com ensino fundamental e médio incompletos

Empresário do Norte de Minas, Victor Felipe Oliveira, de apenas 35 anos, vem, nos últimos anos, chamando atenção pelo seu empreendedorismo, gestão e planejamento do seu grupo empresarial. Ex-jogador de vôlei do Minas Tênis Clube, Victor está apostando em um projeto de cursos supletivos online direcionados a pessoas com ensino fundamental e médio incompleto.

De acordo com o empresário, o Colégio Turma Brasil (https://turmabrasil.com.br/ e instagram @turmabrasil) é focado no Ensino de Jovens e Adultos (EJA), com autorização e certificação da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e do Ministério da Educação (MEC). “Temos potencial para alcançar de 500 mil a 1 milhão de alunos por ano sem ensino fundamental e médio em um prazo de dois anos. Hoje, o Brasil possui cerca de 25 milhões de pessoas de 18 a 25 anos nessa situação”, afirma Victor Oliveira.

Para que os alunos possam acessar a plataforma digital dos cursos online sem ter que pagar pela internet, o empresário está negociando com uma operadora de telefonia móvel a isenção da taxa de internet para os inscritos no Turma Brasil. Os valores dos cursos também foram definidos de forma a atrair e gerar oportunidade a pessoas de todas as classes sociais: o curso pode ser feito em seis meses, custa em torno de R$ 900 reais, podendo ser dividido em 12 parcelas. O empresário planeja investir cerca de 10 milhões no Turma Brasil em 2022, principalmente em ações de marketing e em conteúdos pedagógicos próprios atuais e dinâmicos.

Investimentos diversificados

Proprietário da holding de investimentos 3F, que carrega em seu nome os pilares que o norteiam (Foco, Força e Fé), Victor Oliveira é sócio de empresas de segmentos variados, como a Urbaville Urbanismo, VGX Mineração, VGX Energy (energia solar), We Task (plataforma multitarefas para grandes empresas), Vigax Hangar (táxi aéreo), VGX Contact Center (telemarketing) e V2 Participações, que adquiriu recentemente 49% da SAF do Athletic Club e irá investir cerca de 50 milhões de reais no clube de São João del-Rei nos próximos dez anos.

Para poder dar a atenção que o Turma Brasil merece, Victor deixou, no mês passado, a sociedade da empresa VGX Contact Center, com 6 mil funcionários e valor de mercado da ordem de R$ 380 milhões, que ele ajudou a fundar há nove anos em Montes Claros e da qual possuía 50% do controle societário. Em 2021, a VGX teve um faturamento de R$ 200 milhões e está prestes a atingir R$ 1 bilhão em receita desde sua criação, em 2013. 

Comuniquese,.


Compartilhar