Encadear Summit: Evento em Três Lagoas aproxima pequenos negócios de grandes empresas da Costa Leste

Encadear Summit: Evento em Três Lagoas aproxima pequenos negócios de grandes empresas da Costa Leste

28 de maio de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

No município considerado epicentro de investimentos, ação de encadeamento produtivo do Sebrae traz oportunidades para empresários locais

Maior evento de encadeamento produtivo do Estado, o Encadear Summit reúne nesta terça-feira (28), um público de mais de 400 pessoas, no Papillon Eventos, em Três Lagoas.

A iniciativa é uma realização do Sebrae/MS, em parceria com o Governo do Estado, Prefeituras Municipais e grandes empreendimentos participantes, com o objetivo de aproximar os pequenos negócios das grandes empresas, visando gerar oportunidades aos empreendedores locais, com foco na região Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

Durante a abertura do evento, foram assinados termos de parceria com as empresas Arauco e MS Florestal para a execução de projetos de encadeamento produtivo no Estado.

O diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, afirma que a expectativa é continuar o trabalho com essas empresas âncoras instaladas na região, promovendo um ambiente de negócios promissor e com a inclusão do pequeno empresário no processo de desenvolvimento.

“É a primeira vez que realizamos o Encadear Summit em Três Lagoas. Esse é nosso maior evento de encadeamento produtivo onde colocamos os pequenos negócios para falar com as grandes empresas. Queremos mostrar aos empreendedores as oportunidades no Vale da Celulose e para isso, o Sebrae, junto com o Governo do Estado e com os parceiros de todas as federações, auxilia esses empresários a melhorarem o negócio ou implementarem adequações, para que possam atender à grande empresa”, pontuou Mendonça.

Segundo o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, que também é conselheiro do Sebrae/MS, todo esse trabalho feito em parceria traz impactos para a economia local.

“O Governo do Estado tem como prioridade que as pequenas empresas façam parte do processo de desenvolvimento econômico do Estado. A integração entre os pequenos negócios e as grandes empresas gera novos postos de trabalho para Mato Grosso do Sul, com isso, a população ganha em renda, vagas de trabalho e melhoria da qualidade de vida nos municípios”, disse.

Pela manhã, Jaime Verruck também mediou o painel “O Futuro da Celulose no Estado: Perspectivas para a cadeia produtiva e mercado internacional”, com representantes das empresas âncoras ligadas à cadeia da celulose.

Na ocasião, ele destacou a competitividade de Mato Grosso do Sul neste setor, devido a fatores como a forte demanda global dos mercados asiático e europeu, por exemplo; e que a celulose produzida no Estado é reconhecida internacionalmente pela excelência, o que impulsiona as vendas.

Também participaram da abertura do Encadear Summit os conselheiros do Sebrae/MS: o presidente do Sistema Faems, Alfredo Zamlutti; o secretário executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação da Semadesc, Ricardo Senna; o secretário-adjunto da Semadesc, Walter Carneiro Jr; o 1º vice-presidente regional do Sistema Fiems, Luiz Claudio Fornari; o vice-presidente do Sistema Faems, Nilson Santos; o diretor-superintendente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira; o diretor do Sistema Fiems, Zigomar Burille; o superintendente executivo de Varejo da Caixa Econômica Federal no Estado, Márcio Nunes Fonseca; e a diretora de Operações da AMEMS, Cristiane Bissoni.

Também marcaram presença o diretor de Operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, entre outras autoridades, como prefeitos municipais e representantes do legislativo.

Projetos de Encadeamento Produtivo

Durante a solenidade, o Sebrae e a MS Florestal, empresa genuinamente sul-mato-grossense na área de florestas plantadas, assinaram termo de cooperação técnica voltado a promoção de ações de inclusão produtiva com o foco em mulheres, por meio do Projeto Dona Della, realizado em parceria com o Bracell Social e prefeituras. O intuito é oferecer qualificação profissional e oportunidades de geração de renda.

A parceria, já em execução, foi oficializada e acontece em três municípios, Água Clara, Santa Rita e Bataguassu.

“Assinar esta parceria é mais do que um compromisso, é um ato de reconhecimento e apoio ao poder transformador das mulheres empreendedoras. Ao unir forças e recursos, estamos impulsionando negócios, promovendo a igualdade de gênero e fortalecendo comunidades inteiras. É mais um passo significativo em direção a um desenvolvimento sustentável e próspero”, expressa Marisa Coutinho, gerente de Relações Institucionais, Governamentais e com a Comunidade da MS Florestal.

Ainda na data, o Sebrae e a Arauco assinaram o contrato para a execução do projeto do encadeamento produtivo “Conexão Arauco”, que também conta com parceria da Prefeitura Municipal de Inocência.

A iniciativa visa preparar empreendedores locais para o atendimento às demandas que irão surgir com o desenvolvimento do “Projeto Sucuriú”, primeira fábrica de celulose no Brasil da empresa, que é referência global neste setor, em produtos de madeira, reservas florestais e bioenergia.

“A capacitação e preparo dos empreendedores no Estado é vital para que os projetos de celulose tenham sucesso. Quando uma nova indústria surge, traz consigo o crescimento local, com aumento de mão de obra e de serviços, gerados por toda a cadeia de produção envolvida nas demandas, seja com maior número de restaurantes, padarias, lavanderias e inúmeros outros negócios. Por isso, temos atuado em parceria com o Sebrae para ampliar as conexões corporativas e incentivar o fomento da competitividade dos pequenos negócios e encadeamento produtivo”, afirmou Theófilo Militão, gerente executivo de relações institucionais e ESG da Arauco.

Essa aproximação com as micro e pequenas empresas é fundamental para o desenvolvimento local. Na região Costa Leste, contemplando os 11 municípios – Três Lagoas, Aparecida do Taboado, Água Clara, Bataguassu, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo e Selvíria – são quase 40 mil empresas, sendo que dessas, os pequenos negócios representam 85%, segundo dados da Receita Federal.

Oportunidades para empresários locais

Ainda como parte da programação do Encadear Summit, até às 17h, ocorrem simultaneamente duas sessões de negócios com as empresas âncoras e os empreendedores locais, para possibilitar novas parcerias comerciais.

Um dos participantes é Clizaldo Ribeiro Duó, de Inocência, proprietário da Casa Centro Móveis. Ele também esteve presente na sessão de negócios organizada pelo Sebrae no município, no dia 15 de maio, que identificou empreendedores locais para atuarem como fornecedores da Arauco e suas EPCistas (empresas responsáveis pela construção e compra de equipamentos da nova indústria), bem como de outros grandes empreendimentos.

Agora participando da sessão de negócios em Três Lagoas, Clizaldo Ribeiro Duó quer aproveitar mais oportunidades.

“Nós estamos esperando a Arauco chegar porque enquanto empresários de Inocência, estamos com muita vontade de atender a esse grande projeto. Participei da primeira rodada de negócios na minha cidade e ali a gente pode apresentar as nossas empresas e intenção de venda para os dirigentes que vão atender a Arauco. Fiquei muito feliz pois estamos com uma grande expectativa e por isso voltei a participar dessa nova sessão de negócios em Três Lagoas, para apresentar a minha empresa e criar uma expectativa de venda futura”, celebrou o empresário.

Para mais informações sobre as ações de encadeamento produtivo do Sebrae/MS, os interessados podem entrar em contato pela Central de Relacionamento, no número 0800 570 0800.


Compartilhar