Estudantes brasileiros competirão em mundial de robótica em Houston

25 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Conheça as equipes de SP, MG e GO que vão representar o Brasil no torneio de tecnologia e inovação FIRST Championship, entre os dias 20 e 23 de abril

Contagem regressiva: em menos de um mês, cerca de 20 estudantes do ensino fundamental e médio dos estados de Goiás (GO), Minas Gerais (MG) e São Paulo (SP) estarão em Houston, nos Estados Unidos, para competir em um dos maiores torneios juvenis de tecnologia e inovação do mundo.

É a FIRST Championship, que ocorre entre os dias 20 e 23 de abril. O Brasil, que já tem tradição no torneio, garantiu três vagas, sendo duas nas modalidades FIRST LEGO League Challenge (FLL) e uma na FIRST Tech Challenge (FTC). 

Na FLL, alunos de 9 a 16 anos formam equipes de dois a 10 integrantes, supervisionadas por dois adultos, que constroem e programam robôs de LEGO para cumprir uma série de missões em um tapete.  

Eles também desenvolvem um projeto de inovação, que é uma solução para um problema real dentro da temática da temporada, que, neste ano, é Cargo Connect, relacionada com transporte e logística. No mundial, participam estudantes de cerca de 100 países. 

Já a FTC é a competição para alunos do ensino médio, com idade entre 14 e 18 anos, que devem projetar, programar e construir robôs com diferentes materiais para que eles cumpram tarefas em uma arena de maneira tele operada e autônoma, por meio de programação.  

Cada equipe é formada por até 15 participantes. No caso do FTC, os robôs são maiores e chegam a pesar 19 kg. Em Houston, serão aproximadamente 160 times de 75 países. 

Estreantes e veteranos

Entre os representantes brasileiros, há estreantes e veteranos em disputas internacionais. A Geartech Canaã, que compete pelo FTC, representa o país no mundial de Houston pela segunda vez, sendo que agora eles carregam o tricampeonato brasileiro e uma série de prêmios. 

“Nos preparamos bastante para o torneio do ano passado, foram seis meses de dedicação, parando um dia antes do Natal e voltando logo depois do ano novo. Conquistamos o nacional e o mundial off season. Foi um ano de ouro pra gente e esperamos repetir”, adianta Gabriel Craveiro. 

Já, pela FLL, a Atombot faz sua estreia nos Estados Unidos, com um prêmio da Austrália no currículo; e a CLP cruza a fronteira para competir pela primeira vez. Além dos treinos diários, eles também têm praticado o inglês, conta a integrante do SESI CLP, Beatriz Marcelli Oliveira.  

“Estamos dando o máximo de cada um. Com tanta dedicação e esforço, a nossa equipe tem uma expectativa grande, de ser um dos melhores do mundo, mas com isso atribuir diversos aprendizados, vamos conhecer culturas novas e, com certeza, levar isso para nossa vida e para outras pessoas também”, garante. 

Conheça as equipes que vão representar o Brasil no mundial de robótica 

🤖 FIRST Tech Challenge (FTC) 

Geartech Canaã 

Criada em 2018, a equipe da Escola SESI Canaã, em Goiânia (GO), já tem um currículo de peso: são tricampeões brasileiros (vencedores do Festival SESI de Robótica nas temporadas 2018-2019, 2019-2020 e 2020-2021) e premiados no mundial de Houston de 2019 e no Asia Pacific Open Championships 2021, que ocorreu on-line.

O time tem, ao todo 12 integrantes, sendo que oito deles vão para Houston. 

São eles: Erica Siqueira de Oliveira, de 15 anos; Gabriel Craveiro de Oliveira Garcia, 16; Miguel de Souza Ramos, 17; Luiz Guilherme Ferreira Soares, 18; Marcos Denner Araujo Lima, 17; Matheus Aires Amorim, 17; João Vitor dos Santos Soudré, 17; Letícia Sued Souza, 17; Gustavo Nogueira Rodrigues, 16; Heloisa Souza Silva, 16; Maria Laura Silva Caldeira, 14; João Henrique Cardoso de Sousa, 15 – os oito primeiros irão competir pela equipe em Houston. 

Técnicos: José Júnior e Lais Sabino. 

Empresas patrocinadoras: SESI/SENAI, Fanta, John Deere, STEMOS, Rev Robotics 

Prêmios internacionais: 

– FIRST Championship: no mundial 2019 em Houston, que contou com 59 equipes de diferentes países, a equipe levou o Motivate Award (Prêmio de Motivação).  

– Asia Pacific Open Championships 2021: Inspire Award (Prêmio Inspiração), finalista da Aliança de Robôs, 1º lugar em Melhor Robô e 3º lugar Think Award (Pensamento Criativo). A competição contou com 24 equipes de 11 países, incluindo Rússia, China, Alemanha e Canadá. 

Confira mais: SESI recebe mais prêmios em torneio mundial de robótica

🤖 FIRST LEGO League Challenge (FLL)  SESI CLP 
De Campo Limpo Paulista (SP), a equipe do Centro Educacional SESI 316 já tem 10 anos de trajetória. Essa, porém, é a primeira vez que eles viajam para competir fora do país.    O time conta com oito integrantes: Ana Caroline Silvestre da Silva, 14 anos; Beatriz Larrubia, 14; Erick Ferreira Rodrigues, 13; Fellipe Dantas Costa, 13; Sophia Dutra de Oliveira, 14; Sophia Larrubia, 14; Ana Luiza Fernandes, 15; Beatriz Marcelli Domingos Oliveira, 16.  Técnico: Alberto Gomes da Silva. 
Confira mais: Amarelinha tech: conheça o projeto de inovação do SESI CLP na temporada RePLAY
Atombot 
Com nome inspirado no robô do filme Gigantes de Aço, a equipe da Escola SESI Dom Bosco, em São João Del Rei (MG), foi criada em 2013. De lá para cá, vários estudantes passaram pelo time, que teve um amadurecimento gradual e ganhou projeção internacional em 2019, no Open da Austrália. No ano passado, foram 2º lugar no Champion’s Award do Festival SESI de Robótica.    A formação atual tem cinco integrantes, que estarão em Houston: Pedro Cordovil, 13 anos; Herbert Campos, 16; Miguel Queiroz, 14; Julia Meneses, 12; e Estela Terzi, 14.    Os técnicos são Paulo de Tharso e Isabella Guedes.    Prêmios internacionais:  – Open da Austrália: 1º lugar em Apresentação de Projeto de Inovação.  
Confira mais: Estudantes brasileiros são premiados em torneio de robótica na Austrália

Jornalismo CNI


Compartilhar