Força do gado comercial destaca-se no Leilão Reconquista

3 de maio de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

O Leilão Virtual Genética Reconquista, realizado na quinta-feira (28/04), movimentou R$ 2.351.950,00 com a comercialização de 512 animais. A raça Angus respondeu por R$ 2.255.700,00 do faturamento. O destaque foi a venda de 100% dos 493 terneiros e novilhos de ponta ofertados. A média do quilo/vivo dos novilhos ficou em R$ 12,35 e dos terneiros, em R$ 15,21. Ao todo, o leilão de gado comercial movimentou R$ 2.098.950,00, resultado bem avaliado pelo criador José Paulo Dornelles Cairoli.

Segundo ele, as vendas refletem o momento da pecuária de corte no Sul do Brasil, com expectativas em alta em função da oferta de áreas de pastagens de inverno, o que motiva o pecuarista a investir em exemplares para recria. “O preço do boi gordo está estabilizado e há expectativa de aumento. Isso motiva os clientes a comprarem esse tipo de gado durante o outono”, explicou o criador, que comanda a Fazenda Reconquista, de Alegrete (RS) ao lado do filho Marcelo Cairoli. Quanto ao preço de venda, Cairoli ressaltou a boa valorização dos terneiros, bem acima do boi gordo, que atualmente está próximo de R$ 11,50 na Fronteira-Oeste gaúcha.

O leilão também comercializou 19 touros a uma média de R$ 13.315,00, perfazendo um total de R$ 253.000,00. Os 11 touros Angus somaram R$ 156.750,00, atingindo média para a raça de R$ 14.250,00. “Este é um ano em que a Reconquista levará uma oferta expressiva de reprodutores ao mercado. Por isso, resolvemos antecipar a venda de alguns touros para o outono. Nossa grande oferta virá na Primavera”, disse o criador, sinalizando para a promessa de um leilão de elite no segundo semestre de 2022.

Crédito: Lance Rural/ Reprodução

Jardine Agência Com,.


Compartilhar