Governo do Estado investe R$ 6,2 milhões na reforma do Hospital Regional em Campo Grande

Governo do Estado investe R$ 6,2 milhões na reforma do Hospital Regional em Campo Grande

22 de agosto de 2023 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Saúde nyahn 22/agosto/2023 10:27 am Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

No ano em que celebra 26 anos de funcionamento, o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) recebe mais de R$ 6,2 milhões em reformas para melhorar o atendimento médico, de média e alta complexidade, à população.

Quatro obras são executadas, simultaneamente, pelo Governo do Estado, por meio da AGESUL (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos). As frentes de trabalho são de reforma da fachada, além da central de material esterilizado, setor de nefrologia e a construção da sala de ressonância magnética.

A diretora-presidente do HRMS, Marielle Alves Corrêa Esgalha, afirma que as obras representam a retomada do projeto de tornar a unidade hospitalar uma referência em saúde pública. “Passamos por um período delicado que foi a pandemia. Nosso hospital foi referência no tratamento da doença e, naturalmente, ouve um desgaste não somente do ponto de vista profissional, mas também físico e estrutural. As reformas são muito importantes e marcam o início de um projeto de reestruturação para que o HRMS volte a ser referência em saúde pública”.

Com investimento de R$ 2,7 milhões – e mais de R$ 1,7 milhão de contrapartida do Governo do Estado -, a fachada do prédio tem reforma completa pela primeira vez desde a inauguração do hospital, em 1997. A obra está no início, com intervenções na pintura externa do prédio. A proposta é de modernizar a fachada ‘marcada pelo tempo’, e o contrato ainda prevê a revitalização das janelas, portas, telas de proteção e brises metálicos.

A central de material esterilizado é considerada o ‘coração do hospital’ por concentrar o serviço de higienização dos materiais a serem usados no atendimento aos pacientes, desde o curativo até o material estéril para cirurgia. O setor será reformado com investimento de R$ 1,3 milhão, dos quais mais de R$ 673,7 mil são recursos estaduais.

O serviço de diálise do HRMS está em processo de reforma estrutural, com um investimento de R$ 1,2 milhão, sendo R$ 844.509,04 de contrapartida do Governo do Estado. A proposta, com a conclusão da obra, é a ampliação de vagas disponíveis, bem como a retomada de atendimentos de pacientes dialíticos ambulatoriais. Atualmente o serviço atende pacientes portadores de IRA (Insuficiência Renal Aguda) e IRC (Insuficiência Renal Crônica), além de outros casos de pacientes internados na instituição.

Responsável por realizar diagnósticos por imagem com exames de alta complexidade, o setor de ressonância magnética do HRMS está sendo totalmente reestruturado. Com investimento de R$ 962,8 mil de recursos próprios do Governo do Estado, a obra está avançada com 70,03% dos serviços executados.

“Cuidar das pessoas é compromisso do Governo do Estado. Fazemos isso também através das obras. No Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, os investimentos em infraestrutura melhoram atendimento aos pacientes que ali são tratados. Além disso, melhoram ainda as condições de trabalho dos nossos servidores, que são empenhados para dar um tratamento digno à população”, disse o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo.

Outros investimentos

Além das quatro reformas executadas pelo Governo do Estado, o HRMS tem mais duas obras em andamento. Uma delas é em parceria com a AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) para a execução da reforma do 8° andar, onde fica o Cetohi (Centro de Tratamento de Oncologia Infantil) cujo investimento é de R$ 1.366.013,90.

A segunda é a retomada da obra da radioterapia, inclusa no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal, com investimento de R$ 9,960 milhões na parte de infraestrutura.

Joilson Francelino, HRMS

Foto  Saul Schramm (Capa)


Compartilhar