Greve suspende produção de Renault Kwid e Duster no Brasil

Greve suspende produção de Renault Kwid e Duster no Brasil

9 de maio de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR) também produz os modelos Sandero, Logan, Captur, Master e a nova picape Oroch 1.3 turbo

  • João Buffon João Buffon

9 mai 2022 16h34 ver comentários

Fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR) Foto: Renault

Depois de suspender a produção por conta da falta de componentes, a Renault interrompeu novamente as atividades no complexo industrial de São José dos Pinhais (PR) na última sexta-feira (6). No entanto, a nova paralisação se deve a uma greve dos funcionários da montadora francesa. A fábrica paranaense produz atualmente os modelos Kwid, Sandero, Logan, Duster, Oroch e Captur, além do comercial Master. As informações são do site Automotive Business.

A fábrica conta atualmente com cerca de 5 mil funcionários. De acordo com o sindicato local dos metalúrgicos, a greve ocorre por causa de ajustes realizados na Participação de Lucros e Resultados (PLR) dos funcionários. A paralisação ocorrerá por tempo indeterminado. Uma assembleia será realizada nesta segunda-feira (9) entre a Renault e o sindicato que representa os trabalhadores. 

Fábrica da Renault no Paraná produz o Kwid
Fábrica da Renault no Paraná produz o Kwid Foto: Renault

Além disso, os funcionários da Renault também argumentam que a montadora não cumpriu os acordos de competitividade e flexibilidade ajustados em 2020. Em nota ao Automotive Business, a Renault afirmou que “o acordo coletivo de trabalho, aprovado em assembleia promovida pelo sindicato em 2020, tem duração de quatro anos, com vigência de setembro de 2020 a agosto de 2024”. 

Para os próximos anos, a Renault ainda pretende lançar um novo SUV nesta plataforma no país. Ainda não se sabe muitos detalhes sobre o futuro modelo. No entanto, há rumores que indicam que o novo SUV teria medidas menores que as do Duster, sendo concorrente do Fiat Pulse e do Volkswagen Nivus no segmento de SUVs compactos. O modelo já foi flagrado em testes no Brasil com a carroceria do Dacia Sandero de terceira geração.

Projeção do futuro SUV compacto da Renault
Projeção do futuro SUV compacto da Renault Foto: Kolesa/Reprodução

A chegada do novo SUV faz parte da fase “Renovation” do plano estratégico Renaulution na América Latina, que prevê a mudança da estratégia do grupo Renault de volumes para valor, passando a focar em modelos e segmentos de maior valor agregado com maior rentabilidade.

Recentemente, a montadora francesa concluiu um ciclo de R$ 1,1 bilhão de investimentos no país para as reestilizações dos modelos Captur, Oroch e Master, além do novo Duster 1.3 turbo.

Guia do Carro

Portal Terra


Compartilhar