Marquinhos destaca história de trabalho e critica alianças por conveniência

9 de agosto de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

O pré-candidato ao Governo do Estado, Marquinhos Trad, destacou a força da chapa montada pelo PSD para Mato Grosso do Sul, com quadros de experiência comprovada e sem conchavos ou troca de secretarias para conquista de tempo na propaganda eleitoral.

“Agimos com coerência e, acima de tudo, despertando a confiabilidade no eleitor. Não tem coligação em cargos majoritários para tempo maior de televisão e nem mesmo eventuais trocas de secretarias, caso a gente vença”, destacou.

Marquinhos criticou os acordos em coligações que não prezam pela coerência e apostam no vale tudo para tentar vencer.

“Tem coligação que vai dar palanque para o Lula, Bolsonaro e Ciro. Cadê a coerência? Colocou o PDT, o Ciro Gomes tem que estar aqui no palanque de vocês. Como você desfila com um candidato a presidente da República em carro aberto, dando tchau para a população, tirando foto ao lado dele, e vai receber o opositor dele. O cara vai ficar com um ponto de interrogação na cabeça e se perguntar: o cara está de qual lado? Para alguns, a política vale tudo, menos perder. Atira para tudo que é lado”, lamentou.

Marquinhos assegurou que não fará coligação para pegar carona na popularidade de candidatos nacionais e aposta no trabalho e história como vereador, deputado por três mandatos e prefeito da Capital.

“Não vou pegar carona com candidato nenhum para subir pontos percentuais, por conveniência momentânea. Não vou pegar carona com esquerda ou direita. Sou mato Grosso do Sul. Vou defender o meu Estado. A população vai ter o seu presidente, como eu vou escolher o meu candidato. Tenho minha história, meu serviço prestado dentro de Mato Grosso do Sul”, concluiu.

A coligação de Marquinhos Trad para o Governo de Mato Grosso do Sul tem como vice a médica Viviane Orro, do PSD. Já para o Senado, o Juiz Odilon, também do PSD. 

Marquinhos Trad


Compartilhar