Marquinhos projeta equipe inovadora e apoio maior ao turismo na região de Corumbá

18 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Pré-candidato do PSD ao Governo de Mato Grosso do Sul, Marquinhos Trad defendeu maior apoio do Governo do Estado ao turismo na região de Corumbá. Em visita ao Município, ele explicou que está ouvindo a população para construção de um plano de governo que atenda efetivamente a região.

“Estamos aqui para ouvir propostas, ouvir as pessoas e criar um plano de governo que devolva a Corumbá, Ladário e municípios próximos o verdadeiro significado e a importância que possuem em Mato Grosso do Sul. Corumbá é a quarta maior cidade do nosso Estado, maior município em extensão territorial de Mato Grosso do Sul. Essa região tem 60% do território pantaneiro e necessita ter a atenção que merece por tudo que representa ao nosso Estado”, declarou.

Marquinhos defendeu a criação de um plano específico para desenvolvimento do turismo em Corumbá, comparando ao trabalho realizado para que Bonito se tornasse hoje um dos destinos mais procurados no mundo. 

“Esta região precisa de mais carinho, precisamos aproveitar suas potencialidades. São mudanças simples, mas fundamentais, que se resumem a planejamento, uma política com a participação do ‘trade’ turístico local, ouvindo suas necessidades e propostas. Há um campo enorme para o desenvolvimento da região e, consequentemente, do nosso Estado”, justificou.

Em entrevista ao Grupo Pantanal de Comunicação, Marquinhos apresentou um modelo de gestão para Mato Grosso do Sul, com foco nas necessidades de cada região do Estado, ouvindo a população.

 “Teremos uma equipe técnica, com secretários jovens, inovadores. Secretários criativos, qualificados. Pessoas com potencialidades em gestão pública. Uma equipe unida, coesa, que entrega resultados, eficiente. Isso nós enxergamos que é possível fazer no Estado. Levar mais casa, levar a presença física do governador, um governador presente, junto com o povo, que escuta a população. Um governador que não se omite, que não se esconde. Sou uma pessoa muito simples, preocupado com os menos favorecidos, focado no trabalho e não na política partidária. Sou independente, não pertenço a grupo político nenhum. Não somos radicais e muito menos extremistas. Nossa preocupação maior é governar para as pessoas, para que haja crescimento no Estado. E não há, não pode haver crescimento de um estado enquanto tiver pessoas desassistidas pelo Estado”, concluiu.4

61E429B-155B-43B3-BE8C-CAC8B60B9F60-28537-00000536DB6AA04D.jpg (399 KB)


Compartilhar