“Me sinto mais seguro e preparado para as novas funções”, declara Policial Penal que concluiu CAVE

9 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Agepen Tatyane Oliveira Santinoni 08/abril/2022 4:24 pm Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mais 27 policiais penais de Mato Grosso do Sul acabam de finalizar o Curso de Armamento e Tiro, Vigilância e Escolta (CAVE). Realizada no município de Dourados, a capacitação instrui os servidores para assumirem funções inerentes à carreira penitenciária de forma responsável e segura.

Gilmar ressalta o diferencial do curso no desempenho das funções

Atuando no maior presídio do Estado – a Penitenciária Estadual de Dourados -, o policial penal Gilmar Irineu da Silva revela o diferencial que o curso proporciona aos profissionais. “Aprendizado sobre a maneira adequada e segura de atuar, um curso de excelência e necessário por abordar assuntos primordiais para o desempenho de funções como guarda e escolta de muralhas. Me sinto mais seguro e preparado”, complementa o servidor.

Com 70 horas/aula, o curso está em sua 12ª edição e é ministrado pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), por meio da Escola Penitenciária (Espen), com apoio dos instrutores do Comando de Operações Penitenciárias (Cope).

Já promovido nas cidades de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí e Três Lagoas, o curso envolve desde técnicas de algemação e manuseio de armas de fogo a escoltas e vigilância de muralhas e torres.

Ao todo, 468 policiais penais já foram capacitados em 12 edições do CAVE

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, já são 468 servidores capacitados em diferentes unidades penais da Capital e do interior do Estado.

“A criação da Polícia Penal é a realização de um sonho de muitos anos e as capacitações têm um papel fundamental neste processo de aperfeiçoamento profissional. Estamos empenhados em aprimorar cada vez mais as atividades realizadas em prol da execução penal em Mato Grosso do Sul”, afirmou o dirigente.

Também participaram do curso sete Guardas Civis Metropolitanos do município de Ponta Porã. Presente no encerramento, o secretário Municipal de Segurança Pública de Ponta Porã, Marcelino Nunes de Oliveira, elogiou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela agência penitenciária.

“Várias ações da Agepen têm ganhado destaque nacional devido à boa gestão em que são desenvolvidas. Nesta capacitação não hesitei em enviar o comandante da Guarda para participar, tamanha a excelência do curso”, parabenizou o secretário.

A Escola Penitenciária conta com instrutores do próprio quadro da Agepen, profissionais altamente capacitados que atuam no grupo especial que representa força de reação do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul, além do sargento Bombeiro Cadário, cedido pela corporação para atuar nas instruções.

Dentre as instituições parcerias no desenvolvimento do curso estão o Departamento Penitenciário Nacional, através da Penitenciária Federal de Campo Grande; o Exército Brasileiro, por meio do 28º Batalhão Logístico e da 4ª Brigada Cavalaria Mecanizada; o Clube de Tiro Raiz de Dourados; a Secretaria Municipal de Educação, através da Escola Municipal Clarice Bastos Rosa; e a Paróquia São Pedro.

Estiveram presentes também na formatura, o diretor da Espen, Vilson Guedes; o comandante do COPE, Richard Dias; o chefe da Divisão de Estabelecimentos Penais da Agepen, Alírio Francisco do Carmo; além de diretores de unidades penais e servidores.

Texto: Tatyane Santinoni e Keila Oliveira, Agepen

Fotos: Keila Oliveira/Divulgação


Compartilhar