Mostra em museu paulistano recria ateliê do modernista Brecheret

Mostra em museu paulistano recria ateliê do modernista Brecheret

16 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

© Rovena Rosa/Agência Brasil Geral

Catavento reúne holografias de esculturas e ferramentas do artista

Publicado em 16/02/2022 – 19:25 Por Agência Brasil – São Paulo

Como parte das comemorações do centenário da Semana de Arte Moderna, o Museu Catavento apresenta a exposição O Ateliê de Brecheret. Aberta no dia 11 deste mês, a mostra ocorre justamente no local em que trabalhou o escultor Victor Brecheret, no Palácio das Indústrias, onde hoje funciona o Museu Catavento.

São 220 metros quadrados de área expositiva, com holografias das esculturas, ferramentas e desenhos do artista. A exposição remonta a história do escultor e reconstitui o espaço em que ele produziu suas obras.

As visitas podem ser de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, no piso superior do museu.

O encontro de Brecheret com os modernistas Mário de Andrade, Menotti Del Picchia, Oswald de Andrade e Di Cavalcanti se deu quando os artistas foram visitar o Palácio das Indústrias, ainda na época da construção. Eles foram surpreendidos com a presença de Brecheret, que usava o espaço como ateliê, e ficaram impressionados com as obras do escultor.

Então com 25 anos, Brecheret tinha o estilo que os modernistas buscavam e rompia com a arte acadêmica tradicional. Ele é considerado um dos ícones do modernismo e teve o maior número de obras expostas na Semana de Arte Moderna de 1922. Ele não estava no evento, mas teve 12 esculturas expostas no Teatro Municipal.

O Monumento às Bandeiras, que fica no entorno do Parque do Ibirapuera, é considerado sua principal obra.

Edição: Nádia Franco


Compartilhar