Pacientes bariátricos da rede pública municipal terão atendimento gratuito em Campo Mourão

14 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Assistência multiprofissional será feita por estudantes universitários e contempla o pré e pós-operatório

O Centro Universitário Integrado e o Hospital Santa Casa de Campo Mourão (PR) firmaram uma parceria para o atendimento de pacientes bariátricos da rede pública de saúde de Campo Mourão e dos municípios da Comcam. O projeto “Assistência multiprofissional ao paciente bariátrico” tem como coordenadores os professores Roney Alan Nogueira e Ana Carla Biazon.

O atendimento aos pacientes ficará sob responsabilidade de acadêmicos e professores dos cursos de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Psicologia, e será realizado gratuitamente nas clínicas do Centro Universitário Integrado.

A estimativa – baseando-se em anos passados – é de 100 mil cirurgias bariátricas feitas no Brasil, sendo que destas 10 mil são feitas pelo SUS. Entretanto, dados atualizados em 2019 indicam uma média de 700 mil pessoas na fila de espera para o procedimento.

Segundo o professor Roney Alan Nogueira, coordenador da área de Saúde I do Integrado, além de beneficiar a população, o projeto também contribuirá para a formação dos acadêmicos. “O principal benefício é garantir às pessoas assistência de qualidade. Nós assumimos a responsabilidade de oferecer esse atendimento de uma forma humanizada, com muito conhecimento técnico-científico e buscando o melhor para a comunidade. Além disso, essa é uma oportunidade muito rica para nossos estudantes vivenciarem a prática e terem uma formação de qualidade”.

O Hospital Santa Casa de Campo Mourão fará a triagem, a primeira consulta e os agendamentos com os interessados. Os pacientes serão direcionados do Centro Universitário Integrado, que fará o atendimento multidisciplinar em seguida.

Equipe multidisciplinar

Para a professora Ana Carla Biazon, que coordena a área de Saúde II, o trabalho em equipe permite aprendizado, compartilhamento dos desafios e traz aos estudantes um novo olhar sobre as profissões que eles escolheram. “Quando a gente pensa em cirurgia bariátrica, além da perda de peso, outro objetivo importante é a melhoria do contexto biopsicossocial do paciente e para conseguirmos atingir esse objetivo precisamos dessa equipe multidisciplinar”.

O médico Wanderlister Duque Tavares – que é cirurgião do aparelho digestivo e idealizador do projeto – explicou que o paciente bariátrico não é um paciente simples. “A cirurgia bariátrica é uma ferramenta no tratamento da obesidade, que é uma doença crônica, multifatorial e de difícil controle. Para o paciente chegar em plenas condições para fazer a cirurgia e ter sucesso no procedimento, ele precisa passar por diversas especialidades. Desta forma, esse projeto já é um sucesso, porque já começa com uma equipe multidisciplinar”.

Tavares destacou ainda que o objetivo é devolver a qualidade de vida aos pacientes e tornar Campo Mourão um centro de referência em cirurgia bariátrica. “Queremos devolver a saúde e a qualidade de vida a esses pacientes, que muitas vezes estão com o psicológico muito abalado, alguns sofrem bullying desde a adolescência”, diz.

“Com esse projeto, vamos conseguir devolver a vida a essas pessoas e dar uma nova chance a elas. Além disso, estamos em um local estratégico, porque nós temos cirurgia bariátrica em Maringá e Umuarama e a região da Comcam não tem nenhum hospital de referência e nós podemos ser essa referência”, completa.

A diretora de Gestão Acadêmica, Luciana Pontes, destacou a importância do projeto para a comunidade. “Esse projeto reflete o compromisso do Centro Universitário Integrado de promover aperfeiçoamento pessoal, profissional e contribuir para o desenvolvimento da sociedade. Sem dúvidas, essa iniciativa irá beneficiar muito a comunidade e os nossos acadêmicos”. 

Preço da cirurgia bariátrica fora do SUS

Para quem não pretende esperar para fazer a cirurgia bariátrica no SUS e nem a consegui-la de graça, o investimento necessário vai de R$ 10 a R$ 40 mil – dependendo do médico que irá realizar o procedimento.

Entre os requisitos necessários para fazer a cirurgia bariátrica é preciso que o paciente tenha idade mínima de 16 anos, tenha um índice de massa corporal superior aos 40 pontos ou 35 pontos e esteja associado a comorbidades.

Sugestão de legenda

Projeto gratuito vai trazer mais qualidade de vida a pacientes bariátricos de Campo Mourão e região

Crédito das fotos Divulgação

Por Marlise Groth


Compartilhar