“Paz no trânsito começa por você” é o tema do movimento Maio Amarelo 2024

“Paz no trânsito começa por você” é o tema do movimento Maio Amarelo 2024

21 de maio de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Especialistas refletem sobre a importância da campanha e dão dicas importantes para os motoristas

Para promover reflexões sobre a importância de um trânsito seguro para todos, há mais de dez anos acontece no Brasil o Movimento Maio Amarelo, que este ano tem o tema “Paz no Trânsito começa com por você”.

No país, a campanha foi criada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária.

Durante todo o mês de maio há um trabalho intenso realizado por educadores, Governo, entidades privadas e a sociedade e todos se unem no compromisso pela vida e na busca de mudanças de comportamento no trânsito.

“A campanha não é apenas uma oportunidade de conscientização, mas uma chamada à ação. Cada um de nós tem o dever de tornar as ruas mais seguras, seja respeitando as leis de trânsito, praticando a gentileza ao volante ou promovendo a educação.

Vamos juntos fazer do Maio Amarelo não somente um mês de reflexão, mas um catalisador de mudanças positivas para garantir que cada viagem seja segura e tranquila para todos”, reforça Anderson Manzoli, docente de engenharia na Estácio, especialista em engenharia de transportes.

Apesar do apoio e dos esforços para promover a discussão, é crucial que todos – condutores, ciclistas e pedestres – adotem medidas preventivas diariamente. Segundo Anderson Manzoli, muitos acidentes ocorrem devido à falta de manutenção veicular. Portanto, é essencial manter a manutenção dos veículos em dia.

Além disso, segundo o professor da Estácio, a infraestrutura viária também pode ser um fator contribuinte para acidentes.

Ele observa que muitas vezes, a infraestrutura é projetada priorizando os condutores de automóveis, negligenciando os usuários de transporte público, pedestres e ciclistas. Isso pode resultar em acidentes indiretos, pois o aumento do tráfego de automóveis congestiona as vias, tornando-as perigosas para outros motoristas.

Manzoli enfatiza que cabe ao poder público fornecer sinalização viária adequada, em conformidade com as normas.

Para encerrar, Anderson enfatiza que as ações do Maio Amarelo são cruciais para incentivar comportamentos mais solidários e um senso de responsabilidade, visando a igualdade entre condutores, ciclistas e pedestres.

Atitudes que salvam vidas

Acidentes de trânsito, infelizmente, são comuns. Diante disso, em casos de acidentes com vítimas, o auxílio correto é crucial na manutenção da vida. Dino César Pereira da Motta, cirurgião geral de urgência e trauma e docente do IDOMED, enfatiza a importância de manter a calma e contatar os serviços de emergência, seja você pedestre ou condutor.

“É fundamental contatar diretamente o SAMU, detalhando completamente o ocorrido e o estado das vítimas, incluindo se estão presas nas ferragens, inconscientes ou com ferimentos. Nunca se deve mover ou transportar uma vítima, já que a equipe de resgate é treinada para imobilizar e remover corretamente, além de estar apta a tomar as medidas necessárias no momento”, destaca Motta.

Segundo o cirurgião, dependendo da gravidade do acidente, a vítima pode necessitar de intervenções multidisciplinares para tratar possíveis complicações. Contudo, tanto Manzoli quanto Motta afirmam que a melhor forma de prevenir acidentes graves é aumentar a conscientização entre pedestres e condutores, juntamente com uma distribuição mais eficiente da sinalização viária pela cidade.

Patrícia Belarmino

(67) 9 9221-3227


Compartilhar