Pesquisa ServiceNow e ThoughtLab mostra o grau de otimização de processos nas empresas

14 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Estudo aponta que 35% das organizações fizeram avanços significativos para otimizar o gerenciamento de risco e de cibersegurança e avançaram na otimização de estratégias e planejamentos

São Paulo, 14 de fevereiro do ano 2022 – A ServiceNow e ThoughtLab divulgaram no mês passado pesquisa para entender como as empresas estão investindo em otimização. No estudo, foi constatado que 35% das organizações fizeram avanços significativos ou muito significativos para otimizar o gerenciamento de risco e de cibersegurança e 35% das avançaram na otimização de estratégias e planejamentos, segundo a sondagem global com 900 líderes empresariais sêniores.  

“A otimização de processos é essencial pois, além de melhorar a velocidade e a agilidade no dia a dia, pode resultar em custos e riscos menores, melhor engajamento de empregados e maior receita”, explica Dave Wright, diretor executivo de inovação da ServiceNow. Outro ponto recorrente nas respostas dos entrevistados foi o uso de serviços em nuvem. Utilizada por 76% dos entrevistados na pesquisa, a nuvem é tida como a maior geradora de otimização. “Isso ocorre dado que, ao oferecer acesso seguro e de qualquer lugar a dados e arquivos, a nuvem ajuda as empresas a ganhar velocidade e agilidade, aumentando assim a eficiência.”, complementa Wright. 

Algumas áreas receberam maior atenção das organizações no quesito de esforços de otimização como em serviços e TI, setor no qual 33% dos entrevistados mencionaram ter realizado investimentos, seguido de em experiência e atendimento ao cliente (30%). Mais da metade (58%) das organizações afirmou ter modernizado suas plataformas e seus sistemas de TI e pouco menos da metade (46%) melhorou a coordenação entre departamentos e cargos.  

Para os próximos dois anos, espera-se que haja um aumento na otimização de processos. Segundo a pesquisa, 54% das organizações planejam otimizar as áreas de gerenciamento de risco, segurança cibernética, experiência de funcionário e fluxos de trabalho, 53% por cento pretendem tomar medidas para melhorar os serviços e o suporte de TI e 50% visam a otimizar a estratégia, o planejamento, a experiência de cliente e o atendimento ao cliente. 

Confira nas tabelas abaixo os resultados do estudo: 

10 principais passos para otimizar processos 

Áreas Hoje Em 1-2 anos Diferença, em p.p. 
Modernizar plataformas e sistemas de TI para otimizar processos 58% 59% 1% 
Melhorar a coordenação entre departamentos e cargos 46% 56% 10% 
Integrar fluxos de trabalho digitalizados à plataforma empresarial 43% 50% 7% 
Digitalizar e automatizar fluxos de trabalho em toda a organização 41% 42% 1% 
Fornecer treinamento e qualificação em otimização 40% 45% 5% 
Dar à equipe as tecnologias, os dados e as ferramentas de que precisa para otimizar 40% 35% -5% 
Desenvolver funções e responsabilidade para processos gerenciais 37% 41% 4% 
Focar metas para simplificar processos 37% 42% 5% 
Apresentar uma visão e objetivos acerca da otimização 36% 38% 2% 
Fomentar uma cultura de melhoria/otimização de processos 35% 36% 1% 

Figura 1: Dez principais passos para otimizar processos 

10 principais tecnologias a impulsionar a otimização 

Tecnologias usadas Hoje Em 1-2 anos Mudança, em p.p. 
Tecnologia/armazenamento de dados na nuvem 76% 87% 11% 
Internet das Coisas (IoT)/vestíveis/sensores 68% 67% -1% 
Tecnologia/apps móveis 40% 44% 4% 
Automação robótica de processos, aprendizagem de máquina, IA 40% 52% 12% 
Conectividade e captação de dados em tempo real 37% 52% 15% 
Automação de fluxos de trabalho 34% 45% 11% 
Aplicações específicas para o negócio 31% 35% 4% 
Soluções de gerenciamento de dados 30% 34% 4% 
Experiência simplificada de usuário de tecnologia 22% 38% 16% 
Soluções de gerenciamento de risco 20% 35% 15% 

Figura 2: Dez principais tecnologias a impulsionar a otimização 

Para saber mais sobre a pesquisa, leia o blogpost da ServiceNow. 

Edelman Significa


Compartilhar