Polícia Militar Ambiental de Amambai desmonta acampamento e prende e autua dois últimos pescadores que se arriscaram a pescar durante a piracema

2 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Campo Grande (MS) – Uma das equipes de Policiais Militares Ambientais de Amambai, que fiscalizava os últimos momentos de pesca fechada prendeu dois por pesca predatória no rio Amambai, no município.

Os Policiais abordaram os pescadores ontem (28) às 19h00, um caminhoneiro de 40 anos e um eletricista de 37 anos, residentes em Ponta Porã, que pescavam utilizando carretilhas com varas no período proibido. 

Os infratores estavam acampados à margem do rio e praticavam pesca ainda no período defeso, a 30 km da cidade.

Duas varas de pesca com carretilhas, uma caixa isotérmica e uma caixa de pesca foram apreendidas e os infratores foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 700,00 cada um.

Eles também responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção e multa.

As equipes da PMA que trabalhavam na operação piracema continuam nos rios para evitar a pesca predatória no início de pesca aberta.

Mesmo sem carnaval, as 26 Subunidades do Batalhão de Polícia Militar focaram os trabalhos neste período que seria de festejos nos rios sob suas circunscrições, em virtude desses últimos dias de pesca fechada, bem como o ponto facultativo em Mato Grosso do Sul, para a proteção da piracema e, com esses dois, foram 10 autuados por pesca predatória nas últimas 48 horas do defeso no Estado.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fotos PMA/MS


Compartilhar