Polícia Militar Ambiental de Costa Rica prende e autua mulher de 26 anos por maus-tratos a um cão por deixá-lo sem cuidados e com ferimentos infestados por larvas

Polícia Militar Ambiental de Costa Rica prende e autua mulher de 26 anos por maus-tratos a um cão por deixá-lo sem cuidados e com ferimentos infestados por larvas

20 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar Ambiental de Costa Rica recebeu denúncia ontem (19) sobre crime de maus tratos por falta de cuidados com um cachorro, no bairro Sonho Meu, na cidade.

A PMA foi ao local, confirmou a denúncia, prendeu e autuou uma tutora do cão, pois encontrou o animal sujo, com um ferimento profundo no focinho, com larvas e odor e as larvas já estavam afetando um dos olhos, colocando em risco a visão.

A tutora (26), residente no local, afirmou que seu animal de estimação havia sumido há 10 dias e que apareceu em sua casa ontem (19) com os ferimentos e sujo, porém, a equipe verificou que ele era criado solto na rua, pois a residência não possuía muros.

O cão foi apreendido e encaminhado a uma clínica veterinária, onde recebeu banho e tosa e os cuidados médicos.

Foram retiradas centenas de larvas e os veterinários afirmaram que existe risco de o cão perder a visão de um dos olhos. A infratora recebeu voz de prisão e foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, onde ela foi autuada em flagrante pelo crime ambiental de maus tratos.

A mulher está presa e passará por audiência de custódia hoje (20). Se condenada ao final do processo, poderá pegar pena de dois a cinco anos de reclusão.

Ela também foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 500,00. O cão está sob cuidados na clínica veterinária, e posteriormente poderá ser colocado à disposição para adoção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fotos: PMA/MS


Compartilhar