Polícia Militar Ambiental de Coxim fiscaliza ranchos de pesca e com drone surpreende pescador utilizando tarrafa e apreende petrechos ilegais de pesca

9 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Coxim estão realizando fiscalização preventiva à pesca, durante a operação piracema no rio Taquari, Coxim e afluentes. Os Policiais estão utilizando drones, especialmente, para evitar pesca com petrechos ilegais em cachoeiras e corredeiras, pontos em que os cardumes ficam muito vulneráveis à pesca predatória. O uso desses aparelhos é importante na fiscalização na região, em virtude de que muitos pescadores que praticam pesca predatória são informados via telefone da presença da fiscalização.

Hoje (9) desde a madrugada, os Policiais fiscalizaram desde a cidade até a região conhecida como “Barranco Vermelho” e vistoriaram vários ranchos de pesca e, felizmente, nada ilegal foi encontrado. Quando chegam em córregos afluentes, os Policiais lançam o drone, para verificar possível pesca predatória ou petrechos armados, principalmente em cursos d’água de difícil navegação.

Durante este trabalho nas matas ciliares do córrego Ribeirão, próximo à foz com do rio Taquari, a equipe lançou o drone e visualizou pela câmera do aparelho, uma pessoa em fuga pela mata. Os Policiais foram ao local e apreenderam uma tarrafa que era utilizada pelo infrator. A equipe fez diligência, mas não localizou o pescador, que não tivera tempo de capturar nenhum pescado. No rio Taquari, próximo a foz do córrego, os Policiais ainda retiraram e apreenderam uma rede de pesca que provavelmente tenha sido armada pelo pescador fugitivo.  

Se identificado, o pescador responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Será também multado administrativamente em valor de R$ 700,00 a R$ 100.000,00. A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente, com uso deste tipo de petrecho ilegal que tem alto poder de captura e ainda neste período reprodutivo em que os cardumes são mais vulneráveis.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fotos: PMA/MS


Compartilhar