Polícia Militar Ambiental de Miranda captura arara-azul suspeita de estar ferida em aldeia no município e investiga possível doença

Polícia Militar Ambiental de Miranda captura arara-azul suspeita de estar ferida em aldeia no município e investiga possível doença

20 de maio de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Campo Grande (MS) – Indígenas da aldeia Passarinho, localizada a 2 km da cidade, telefonaram à Polícia Militar Ambiental de Miranda ontem (19) à tarde, informando que um animal silvestre da espécie Anodorhynchus hyacinthinus (Arara-azul-grande) encontrava-se ferido, possivelmente baleado, nas proximidades da aldeia. Eles afirmavam que a ave aparentava estar com problemas para voar e com dificuldades de movimento.

Os Policiais Militares Ambientais foram ao local rapidamente e capturaram a ave, que estava em uma árvore. A médica veterinária da PMA Débora Nogueira da Silva examinou a arara e não encontrou ferimentos e, como a ave estava um pouco letárgica, suspeitou que pode haver alguma doença.

Como a arara estava com uma anilha do Projeto Arara Azul, a PMA fez contato e, por enquanto, optou-se por realizar exames para verificação de algum possível problema de saúde, no sentido de evitar devolvê-la à natureza com possibilidade de o animal estar afetado por algum vírus ou bactéria e passar para os outros. Depois de realizados exames e se verificar que a ave não tem nenhum ferimento interno, ou algum tipo de doença, ela será devolvida ao seu habitat. O instituto Arara Azul já está verificando o histórico de vida do animal, desde a instalação da anilha de monitoramento.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fotos: PMA/MS


Compartilhar