Prédios inteligentes têm crédito da Caixa em SP

1 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Casa8, braço da incorporadora Inloop e parceira da italiana Planet, dispõe de 170 milhões de reais em financiamento para facilitar compra de quem ganha a partir de R$ 2.800

Prédios inteligentes começam a redesenhar o conceito urbanístico nas principais cidades brasileiras. São Paulo é, atualmente, a capital com maior número de investimentos no segmento, boa parte ainda voltada ao uso comercial. No entanto, o projeto Viva!Smart já começa a revolucionar o mercado, não só com o lançamento de quatro condomínios verticais inteligentes, mas ao oferecer as suas unidades a preços acessíveis.

 O Viva!Smart é uma parceria entre a empresa italiana Planet Smart City, líder mundial na construção de cidades inteligentes em todo o mundo, e a Casa8, braço da incorporadora Inloop Holding.

Focada em habitação social e de médio padrão, a Casa8 cumpre um importante papel de inclusão e direito a moradia, sem abrir mão da qualidade no acabamento, conforto, serviços, segura, inovação e tecnologia. Habilitada pela Caixa para operar no programa Casa Verde e Amarela, pode construir ou usar sua expertise para desenvolver projetos a outras empresas. A certificação incluiu auditoria rigorosa para constatar capacidade técnica, contábil e de gestão.

O crédito pela Caixa possibilita aos clientes com renda familiar a partir de R$ 2.800 aderir ao financiamento para aquisição das unidades inteligentes dos prédios da parceria Planet/Casa8. A empresa tem linha de crédito aprovada pela Caixa de R$ 170 milhões.

O mais recente lançamento do Viva!Smart foi o Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, com previsão de entrega para 2023. Os outros condomínios inteligentes são o lançamento na Freguesia do Ó e o já entregue Aquarela Bela Vista, este com todas as unidades já totalmente vendidas em menos de dez meses de lançamento, menos da metade do tempo médio usualmente observado no mercado imobiliário.

Infraestrutura dos empreendimentos

Com localização estratégica, em bairros com toda infraestrutura e rede de transportes, os imóveis inteligentes são compactos, com plantas variam entre 30 e 50 metros quadrados. Mesmo assim, não são elementares. O conceito smart extrapola, oferecendo serviços e comodidades presentes nos prédios mais modernos do mundo, com conectividade e valorização das áreas de lazer comunitárias. Salão de festas, churrasqueira, brinquedoteca, piscina, espaço gourmet, espaço coworking, espaço pet, bibliotecas de objetos e livros são algumas dos atrativos.

“O acesso aos imóveis inteligentes, com circuito integrado de seguranças de serviços, é um salto em relação ao que existe hoje, principalmente se levarmos em conta que tudo isso está sendo oferecido a preços populares e com facilidade nas condições de parcelamento, graças à certificação da Caixa”, ressalta Eduardo Peralta, CEO da Inloop.

Visar Planejamento


Compartilhar