Regressão na Fala de Crianças Autistas
Dr. Fabiano de Abreu Agrela

Regressão na Fala de Crianças Autistas

18 de março de 2024 Off Por Marco Murilo Oliveira
Compartilhar

Entendendo os Desafios e Intervenções no Desenvolvimento da Linguagem

O Dr. Fabiano de Abreu Agrela, Pós PhD em Neurociências e Mestre em Ciências da Saúde, comenta sobre a regressão no desenvolvimento da fala em crianças autistas. Essa condição é um desafio para muitos pais, marcado pela perda de habilidades de comunicação que a criança já havia adquirido. 

A regressão no desenvolvimento da fala em autistas se refere à perda de habilidades de comunicação que a criança já havia adquirido. Essa perda pode ser parcial ou total e pode afetar a fala, a linguagem receptiva (compreensão) ou ambas. Mas quando a regressão pode acontecer? Dr. Agrela diz que a regressão pode acontecer em qualquer idade, mas é mais comum entre 18 e 24 meses, período em que a poda neural é mais intensa.

Segundo o Dr. Agrela, a regressão pode acontecer por várias razões, incluindo poda neural atípica, fatores genéticos, ambientais e comorbidades como epilepsia ou distúrbios do sono. Ele destaca que a regressão não é exclusiva do autismo e nem sempre indica um comprometimento permanente no desenvolvimento da criança. 

Para enfrentar esse desafio, o Dr. Agrela sugere consultar um médico ou profissional de saúde mental, iniciar terapia fonoaudiológica, e criar um ambiente estimulante para a comunicação. Essas estratégias podem ajudar a criança a recuperar habilidades perdidas e desenvolver novas formas de comunicação.

O Dr. Agrela reforça a importância de entender cada caso como único e oferecer o apoio adequado. Com a intervenção correta, muitas crianças podem superar a regressão e continuar seu desenvolvimento de maneira positiva. 

MF Press Global


Compartilhar