Saiba Como Crescer a Sua Marca Pessoal

6 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

 O que se deve evitar para o crescimento da marca pessoal?
Certas atitudes não funcionam bem com o público. Autenticidade, personalidade e ser presente nas redes sociais ajudam no posicionamento da sua marca pessoal. Mas e o que não fazer? Estratégias erradas de posicionamento nas redes podem complicar todo o planejamento e tirar a credibilidade do profissional com seu público-alvo. Algumas tarefas devem ser evitadas para não ocasionar crises.   Madalena Feliciano, diretora da Outliers Careers e presidente do IPC, explica o que tanto grandes marcas quanto pessoas comuns devem evitar nas redes sociais, começando por uso de temas polêmicos, já que são prejudiciais a marca e podem gerar ruídos com o público. “Posicionamentos políticos, religiosos. Exceto se for intencional e fizer sentido com a marca. Cuidado com temas polêmicos e sensíveis para a sociedade. O profissional deve entender que tem muitos pontos sensíveis a determinados grupos e ainda aponta que é preferível evitar sua vida pessoal ao máximo: “exposição da vida privada é desnecessário: o que você bebe, quem você beija, pode não ser interessante postar”, complementa Madalena.   O trabalho de personal branding é importante para cativar o público e algumas atitudes devem ser evitadas para não prejudicar a comunicação. Uma delas é evitar o chamado overposting. Essa prática consiste em publicar vários itens em um curto espaço de tempo. Isso é mal visto, já que o público-alvo não gosta de entrar nas redes sociais e ver várias postagens de uma só pessoa ou empresa. “Para estabelecer nossa marca pessoal não se deve misturar postagens, muita gente desconhece como postar, o que postar, tipos de assunto. A gente deve seguir um padrão nesse sentido”.
Outro ponto a ser evitado são as já conhecidas fake news, postar notícias falsas é péssimo para o sucesso de uma marca pessoal. É muito fácil desmentir informações, então tenha cuidado ao informar ou repassar informações que não sejam verdadeiras. Ser verdadeiro ajuda a criar uma imagem confiável.   Madalena Feliciano, especialista em desenvolvimentos de carreiras, ainda comenta outra atitude que não é bem-vinda para criar uma marca pessoal, copiar conteúdos de outras fontes: “Mensagens robotizadas ou usar fórmulas prontas desumanizam a forma de contato”. O público pode perceber isso ao comparar com outros perfis do mesmo segmento e sua marca ser rotulada como irrelevante, sem novidades e desinteressante. Além de estar reproduzindo um material elaborado por outra pessoa, essa prática não atrai sua rede de contatos.   Por último, evite a polêmica pela polêmica. Trazer discussões sobre assuntos controversos pode tirar o foco da sua imagem e criar relações conflituosas com seu público, contribuindo a segregá-lo. Suas informações chegarão para diversas pessoas, com gostos diferentes, posicionamentos variados e ideias distintas. Então, entrar em debates só fará com que você crie conflitos. “Seguindo esses passos, o profissional se livrará de muitos problemas e crises. Credibilidade e seriedade são essenciais para a relação com o público, é importante trazer isso não só na vida offline, mas também para o público virtual.” Finaliza Madalena Feliciano.

Mais Sobre Madalena Feliciano:

Mãe de 05 filhos, 02 netas, Madalena Feliciano é Empresária, CEO de três empresas, Outliers Careers, IPCoaching e MF Terapias, consultora executiva de carreira e terapeuta, atua como coach de líderes e de equipes e com orientação profissional há mais de 20 anos, sendo especialista em gestão de carreira e desenvolvimento humano. Estudou Terapias Alternativas e MBA em Hipnoterapia. Já concedeu entrevistas para diversos programas de televisão abordando os temas de carreira, empregabilidade, coaching, perfil comportamental, postura profissional, hipnoterapia e outros temas relacionados com o mundo corporativo.

Mater Coach, Master em PNL e Hipnoterapeuta, Madalena realiza atendimentos personalizados para: Fobias, depressão, ansiedade, medos, gagueira, pânico, anorexia, entre muitos outro

Por Gabi Dallo


Compartilhar