Secretaria de Saúde promove nesta segunda-feira (28), Plenária Temática para a 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental

29 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria de Municipal de Saúde (SMS), em parceria com o Conselho Municipal de Saúde, promovem nesta segunda-feira (28), a Plenária Temática para a 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental, no auditório da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Etapa obrigatória que antecede a conferência macrorregional e posteriormente a Conferência Nacional de Saúde Mental, a Plenária tem como objetivo fazer o levantamento de propostas para o debate nacional do tema. Hoje, os presentes irão apresentar ideias para melhorias e avanços na atenção psicossocial no Sistema Único de Saúde (SUS).

O presidente do Conselho Municipal, Milton Gomes da Silvera, foi responsável por dar abertura das atividades e ressaltou. “Espero que tenhamos um dia proveitoso em prol da saúde pública de Três Lagoas”.

A diretora de Assistência à Saúde da SMS, Juliana Orsi que compôs a mesa de autoridades agradeceu a presença de todos em especial da equipe da Saúde Mental da Prefeitura de Três Lagoas. “Toda equipe está aqui presente, em busca do nosso maior objetivo que é a saúde mental dos pacientes do Município e toda região”.

No uso de sua palavra, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Três Lagoas (SSPM), Antônio Carlos Modesto disse que “É preponderante destacar o trabalho da área da saúde que foi fundamental para garantir o acesso da população à saúde durante a pandemia. Precisamos sempre evoluir na saúde, mas em Três Lagoas podemos presenciar a qualidade do trabalho na área da saúde mental, com as equipes do Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Ambulatório de Saúde Mental”, concluiu.

Representando o prefeito Angelo Guerreiro e a secretária municipal de Saúde, Elaine Furio, a Diretora Geral de Saúde, Kátia Lira ressaltou a importância da retomada das discussões sobre a política da saúde mental como direito. “Agradeço a todos que participam e estão envolvidos neste evento, grandes profissionais que dedicam sua vida, na maior parte, para a assistência direta aos pacientes da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município”, concluiu.

A PLENÁRIA

Neste ano o tema da Conferência é “a política de saúde mental como direito: pela defesa do cuidado em liberdade como avanço e garantia dos serviços de atenção psicossocial no SUS”.

Durante o dia serão apresentados quatro eixos temáticos para discussão e elaboração das propostas. Após conclusão da apresentação, todos votam para definir qual delas irá compor o relatório final. Também será realizada a eleição de 16 delegados que vão representar Três Lagoas nas etapas subsequentes.

Os quatro eixos, são: “Cuidado em liberdade como garantia de Direito a cidadania”; “Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental”; “Política de saúde mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade” e por fim “Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia”. 

Participam do evento trabalhadores da Saúde, usuários e gestores e estudantes da área Saúde.

A abertura emocionou grande parte dos presentes no auditório, com a apresentação de uma paciente do RAPS, Vitória, que cantou a canção, “Dona Cila” da cantora Maria Gadú.

Emocionada, Jordana Barbosa, coordenadora do Ambulatório de Saúde Mental, explicou que é muito gratificante ver a evolução dos pacientes, “Ela é uma paciente com um grau alto na classificação do autismo, quando ela chegou para a gente há mais de três anos, não se comunicava, não tinha contato visual, tampava o rosto com o cabelo e usava luvas para evitar o contato e hoje poder ver ela em cima do palco se apresentando tão lindamente assim é recompensador demais”, disse emocionada.

uc?export=download&id=1-cRBwqxrk3H3ddufPhHbusrsLIUmVV38&revid=0B5eNSletlMHQQlZBTUhwclEwOGJWaVREeU5yMDZoOTF2SGc4PQ

Fotos: Divulgação


Compartilhar