Senai e Suzano encerram na sexta-feira inscrições para qualificação de pessoas com deficiência em Três Lagoas

Senai e Suzano encerram na sexta-feira inscrições para qualificação de pessoas com deficiência em Três Lagoas

13 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Ainda dá tempo! O Senai e a Suzano estão com inscrições abertas para formação de pessoas com deficiência para atuarem na área de auxiliar de produção de celulose. A qualificação, exclusiva para PCDs,  faz parte do Programa Somar da Suzano e as inscrições podem ser feitas até sexta-feira (15/04), por meio do site http://www.ms.iel.org.br/.

Para participar do processo seletivo, é necessário atender aos seguintes pré-requisitos: ser PcD (candidatos e candidatas devem apresentar laudo médico atualizado dos últimos 12 meses); ter 18 anos ou mais; Ensino Médio completo; dispensa militar para homens; disponibilidade para estudar no horário vespertino (13h às 17h) e residir no município de Três Lagoas (MS).

O programa disponibilizará 16 vagas para o curso de Auxiliar de Produção de Celulose. A formação será dividida em cinco módulos, o que corresponde ao total de 160 horas/aula.  Alunos e alunas aprovadas não terão custos pelas aulas ou materiais didáticos. 

“A Suzano tem um direcionador que diz que ‘Só é bom para nós se for bom para o mundo’ e acreditamos que a inclusão de PCDs e a equidade de oportunidades é essencial no processo de desenvolvimento social e construção de uma sociedade mais justa. Por isso, é com muita satisfação que anunciamos a abertura da segunda turma do Somar em Três Lagoas. A iniciativa tem aberto oportunidades para pessoas talentosas, mas que, infelizmente, contam com pouco espaço no mercado de trabalho. Esta é uma realidade que queremos mudar”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Suzano em Três Lagoas.

De acordo com a gestora, por meio do Somar, a Suzano tem fortalecido suas políticas inclusivas e de promoção de um ambiente de trabalho mais plural. “A diversidade nos faz crescer e faz bem para os negócios”, completa Angela Santos.

Segundo o gerente de educação do Senai, Rogaciano Adão Canhete Junior, trabalhar a inclusão faz parte da missão da instituição. “Temos diversas parcerias que envolvem a inclusão social. A Suzano demonstrando essa preocupação e essa parceria de qualificar pessoas com deficiência vem ao encontro do trabalho que nós desenvolvemos, que tem como objetivo transformar vidas para uma indústria mais competitiva”, disse.

Oportunidade

A primeira turma do Somar foi formada no ano passado. Por conta das medidas de biossegurança contra a Covid-19, foram sete pessoas qualificadas. Deste total, três foram contratadas pela Suzano e uma está em processo admissional.

Entre os novos colaboradores, está o auxiliar de produção, Élcio Borges de Campos, 35 anos. “Durante o curso, tive a oportunidade de visitar a Suzano e conhecer todas as áreas da empresa.  Ao final das disciplinas, fomos entrevistados para fazer parte da Suzano e eu fui convidado a fazer parte do time”, relata o auxiliar.

Sobre o processo de adaptação, Élcio, que tem mobilidade reduzida, relata não ter tido dificuldades, uma vez que a empresa é focada na promoção de um ambiente de trabalho inclusivo. “Aqui todos estão abertos, não há separação entre diretores, gestores ou operadores, somos todos iguais. A empresa tem várias oportunidades de carreira e de crescimento profissional e pessoal. Além disso, se preocupa com todos os seus colaboradores e seus familiares. Eu indico a todos que tenham a possibilidade de participar do projeto. Só estando aqui para saber”, diz.

Após a conclusão do programa, todas as pessoas certificadas poderão participar de futuras seleções da Suzano, de acordo com a disponibilidade de vagas ofertadas pela companhia.


Compartilhar