‘Sol Alegria’, de Tavinho Teixeira, pode ser visto até domingo, 16, no Festival de Cinema Brasileiro Fantástico

15 de maio de 2021 Off Por Ray Santos
Compartilhar

GRATUITO E ONLINE, EVENTO EXIBE LONGAS E CURTAS-METRAGENS E REALIZA LIVES, MASTERCLASS E SESSÕES COMENTADAS NO INSTAGRAM E YOUTUBE ATÉ DIA 18

Ney Matogrosso em ‘Sol Alegria’, de Tavinho Teixeira (frame/divulgação)

Só por 24h. O longa-metragem Sol Alegria, de Tavinho Teixeira, será disponibilizado de meio-dia de sábado, 15, até o mesmo horário no domingo, 16, no 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online. As outras 40 produções participantes seguem no site (www.festivalfantastico.com) até o dia 18 de maio. Gratuito e online, o evento traz longas e curtas-metragens divididos em três mostras: Retrospectiva, Realizadores Fluminenses e Inéditos do Brasil e promover lives, sessões comentadas e uma masterclass. O projeto conta com o patrocínio do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

Inédito nos cinemas brasileiros, Sol Alegria, de Tavinho Teixeira, fala de um futuro distópico no qual uma família viaja pelo Brasil, sobrevivendo a uma ditadura governista. Entre os nomes do elenco, estão o cantor Ney Matogrosso no papel de um toureiro, Tavinho Teixeira, Mariah Teixeira, Joana Medeiros, Mauro Soares, Toreba Sagi e Suzy Medeiros.

Produzido em 2018, o longa participou vários festivais e mostras, como 47º International Film Festival Rotterdam – Bright Future, em 2018; do 23º Queer Lisboa – Festival Internacional de Cinema Queer, em Portugual, em 2019; do 9ºFICIC – Festival Internacional de Cine Independiente de Cosquin, da Argentina, em 2019; da Mostra Internacional de São Paulo, em 2018 e do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em 2018, entre outros. Entre as premiações estão Prêmio Especial do Júri – competição internacional de longa-metragem, no 7º Olhar de Cinema, de Curitiba, em 2018 e Melhor longa-metragem – competição internacional de longa-metragem – do FICIC – Festival Internacional de Cine Independiente de Cosquin, Argentina, em 2019.

Horror, ficção científica e fantasia. O real maravilhoso, o estranho, o absurdo e o afrofuturismo. Gêneros e subgêneros do cinema fantástico estão contemplados no 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online. Para assistir aos filmes, basta acessar a plataforma Darkflix/Wurlak através do site www.festivalfantastico.com Será necessário um breve cadastro com nome, e-mail e senha para o login.

Clique aqui para fotos dos filmes e vinheta do festival:

https://drive.google.com/drive/folders/1t3-XTm9cRzct8vBtBuK58DTux4lKpDFZ?usp=sharing

Clique aqui para a vinheta e trailer dos filmes no youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCdol7cwli-aSlzJVeg46cDA

OUTRAS ATIVIDADES

Também no sábado, 15, Sol Alegria ganha sessão comentada por Arthur Lins em vídeo publicado no IGTV do Instagram (@festivalfantastico). Outras sessões comentadas são dias 16 e 17. A saber:

16/05 – O Desejo do Morto, de Ramon Porto Mota, Campina Grande (PB), 33’, 2013, 16 anos – Sessão comentada por Beatriz Saldanha

17/05 – Morto Não Fala, de Dennison Ramalho, Porto Alegre (RS), 110’, 2019, 16 anos – Sessão comentada por Gurcius Gewdner

Debates onlines, ao vivo, também estão programados no Instagram do festival (@festivalfantastico). Veja a programação:  

Mostra Realizadores Fluminenses

Dia16, às17h – Debate – E se… ? O fantástico das previsões e distopias

Filmes: Nada de Bom Acontece Depois dos 30 (RJ), de Lucas Vasconcelos; Chiclete (RJ), de Philippe Noguchi; Story.Telling (RJ), de Fábio Brandão

Dia 18, às 19h – Debate – Deu a louca nos monstrinhos: horrores da infância

Filmes: A incrível aventura das sonhadoras crianças Contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira (RJ), de Beatriz Ohana; Conte sua História ou Entregue sua Alma (RJ), de Andrea Avancini; Cenas da Infância (RJ), de Kimberly Palermo

Mostra Inéditos do Brasil

Dia 15, às 19h – Debate – Get in! As relações de poder nas distopias

Filmes: Ditadura Roxa (MG), de Matheus Moura; O Conforto das Ruínas (SP), de Gabriela Lourenzato

Dia 16, às 19h – Debate – Superando Anaconda: a natureza e seu potencial fantástico

Filmes: Jamary (AM), de Begê Muniz; Mãtãnãg, A Encantada (MG), de Shawara Maxakali e Charles Bicalho; Claudia e o Crocodilo (BSB), de Raquel Piantino

Dia 17, às 19h – Debate – Esta noite encarnarei no teu PC: o fantástico tecnológico

Filmes: A Melhor Versão de Mim, (BSB), de Kallyo Aquiles; Em Cima do Muro (BA), de Hilda Lopes Pontes; O Radar (BSB), de Marisa Mendonça

MASTERCLASS

Com apoio do Centro de Artes UFF, haverá uma masterclass com Fabrício Basílio no dia 18 de maio, às 17h, com o tema Entre horrores e maravilhas: duas tendências do cinema brasileiro fantástico contemporâneo. Ele é graduado em Comunicação e Audiovisual e tem Mestrado em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense. Vai abordar o tema sob a perspectiva do cinema brasileiro fantástico contemporâneo a partir de dois eixos temáticos: horrores do Brasil e maravilhoso e cotidiano. Discutirá o gênero fantástico e suas complexidades no cinema e na literatura, focando no horror e no realismo maravilhoso e ilustrando como estes reverberam em filmes selecionados pelo festival. Não é preciso se inscrever antecipadamente, só acessar o endereço https://www.youtube.com/centrodeartesuffoficial

OS FILMES DAS MOSTRAS

REALIZADORES FLUMINENSES

O Prazer de Matar Insetos de Leonardo Martinelli, Rio de Janeiro (RJ), 10’, 2021, Livre – Com Rosa Iranzo, Alexandre Rosa Moreno

Sinopse: Em um futuro próximo, a crise climática atinge um ponto irreversível. Uma freira e um padre se encontram para conversar sobre o desaparecimento dos insetos.

Chiclete de Philippe Noguchi, Rio de Janeiro (RJ), 8’, 2019, Livre – Com Indira Nascimento, Olivia Torres, Pedro Nercessian, Mariah de Moraes

Sinopse: Irene é uma das exiladas de uma fantástica ilha povoada por jovens de curiosos hábitos alimentares, cuja única conexão com o mundo lá fora é um barco de suprimentos. Um evento inesperado coloca Irene no centro de uma estranha catarse coletiva no até então pacato mercadinho da vila.

Conte sua História ou Entregue sua Alma de Andrea Avancini, Rio de Janeiro (RJ), 17′, 2020, Livre – Com Miguel Schimid, Isabella Rzezinski, Alana Alves e Otávio Calzolari

Sinopse: De castigo em seu quarto por ter feito mil e uma travessuras em sua escola, Thomas – um menino metido a valentão – se depara com um misterioso livro deixado por sua irmã em seu quarto. Ao ler o nome do livro em voz alta, “Conte Sua História ou Entregue Sua Alma”, Thomas inicia uma jornada fantástica e apavorante que o fará refletir sobre a maneira desrespeitosa como trata amigos e colegas de colégio.

Broto de Antonio Teicher, Rio de Janeiro (RJ), 20′, 2018, Livre – Com Gisele Lisbôa, Thais D’Castro, Guilherme Bianco, Rollo, Sandra Incutto

Sinopse: Uma doce secretária recém-contratada se maravilha com as plantas exuberantes que crescem do chão do escritório. Já para sua rígida colega de trabalho, nem tudo são flores.

Egum de Yuri Costa, Rio de Janeiro (RJ), 23’, 2020, 14 anos – Com Paulo Guidelly, Valéria Monã, Bruna Rodrigues, Diomar Nascimento, Francisca Silva, Carlos Bruno, Dayane Simões e João Pedro Oliveira

Sinopse: Após anos afastado devido à violenta morte do irmão, um renomado jornalista retorna para a casa de sua família para cuidar de sua mãe que sofre uma grave e desconhecida doença. Numa noite, o jornalista recebe a visita de dois estranhos, que têm negócios desconhecidos com seu pai. Esse encontro, juntamente com acontecimentos que o levam a desconfiar que algo sobrenatural se abateu sobre sua mãe, fazem-no temer uma nova tragédia.

Cenas da Infância de Kimberly Palermo, Rio de Janeiro (RJ), 6’, 2021, 16 anos – 

Sinopse: Um pequeno camundongo vive uma infância tranquila. Ele come biscoitos caseiros, brinca com suas bonecas e ouve contos de fadas antes de dormir – até que uma noite de insônia o faz romper com seu mundo idílico.

Nada de bom acontece depois dos 30 – de Lucas Vasconcelos, Rio de Janeiro (RJ), 12’, 2020, 12 anos – Com Pedro Nercessian, Nina Rosa, Rhuan Santos, Paula Furtado, Camila Rocha, Kaique Bastos

Sinopse: Um homem questiona a ideologia governamental em que as pessoas devem morrer ao completar 30 anos.

Story.Telling – de Fábio Brandão, Rio de Janeiro (RJ), 27′, 2020, 10 anos – Com Raphaela Palumbo, Giovanna Muricy, Ana Clara Lima, Mauricio Piancó

Sinopse: Seria só mais um curta sobre dois roteiristas que se encontram para escrever um filme de terror. Mas é um plano sequência de 27 minutos que mistura comédia com terror, onde a história se conta ao vivo com inúmeras referências e muitas pizzas.

A incrível aventura das sonhadoras crianças Contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira – De Beatriz Ohana, Petrópolis (RJ), 15’, 2019, Livre – Com Gilmar Miguel dos Santos, Dafini França, Maicon Douglas Ribeiro, Ryan Teixeira, Daniel Maia dos Reis, Rafael Moura, Ruan Teixeira, Anna Ester da Silva, Ana Kelly Lopes, Gabrielle Tavares, Ana Carolina Lima e Lucas Cassiano

Sinopse: Quando o lixo só cresce e os adultos não dão conta do problema, João Pedro, Sophia e as crianças do QG dos Sonhadores entram em ação para derrotar os inimigos do bairro: O atrapalhado Lixeira Furada e seu comparsa, Capitão Sujeira. Uma aventura repleta de imaginação e fantasia, que apresenta o olhar de crianças sobre o lugar em que vivem.

RETROSPECTIVA

Skull: A Máscara de Anhangá de Armando Fonseca e Kapel Furman, São Paulo (SP), 90’, 2020, 10 anos – Com Natallia Rodrigues, Ricardo Gelli, Eduardo Semerjian, Ivo Müller, Guta Ruiz, Wilton Andrade, Greta Antoine

Sinopse: Após décadas desaparecido, um artefato místico conhecido como “A Máscara de Anhangá” ressurge na metrópole de São Paulo. A Máscara tem o imenso poder de encarnar uma entidade milenar. Manco Ramirez, o herdeiro responsável pela guarda do artefato, e a policial Beatriz Obdias são arrastados para dentro do rastro de sangue deixado pela Máscara em meio ao caos da cidade.

O Estranho Caso de Ezequiel de Guto Parente, Fortaleza (CE), 63′, 2016, 14 anos – Com Euzébio Zloccowick, Nataly Rocha, Caio Dias

Sinopse: Após a morte de sua esposa, Ezequiel se tornou um homem triste e resignado em solidão. Até que um curioso fenômeno acontece e muda por completo a cor do seu destino.

Morto Não Fala de Dennison Ramalho, Porto Alegre (RS), 110’, 2019, 16 anos – Com Daniel de Oliveira, Fabíula Nascimento, Bianca Comparato, Marco Ricca, Cauã Martins e Annalara Prates

Sinopse: Stênio é plantonista noturno no necrotério de uma grande e violenta cidade. Em suas madrugadas de trabalho, ele nunca está sozinho, pois possui um dom paranormal de comunicação com os mortos. Quando as confidências que ouve do além revelam segredos de sua própria vida, Stênio desencadeia uma maldição que traz perigo e morte para perto de si e de sua família.

Loja de Répteis de Pedro Severien, Recife (PE), 17’, 2014, 16 anos – Com Maeve Jinkings, Fransergio Araújo, Cintia Lima, Dandara de Morais, Joana Gatis, Giordano Castro

Sinopse: A atmosfera decadente de um negócio frustrado. Aluisio é circunspecto e nebuloso. Cristina é obstinada e implacável. Eles renovam o pacto conjugal aceitando usar a violência e a opressão como instrumentos para se recriarem. O curta é uma adaptação do conto homônimo de Pedro Severien, publicado originalmente no livro “O homem que explodiu – bum!”.

Inabitável de Matheus Farias, Enock Carvalho, Recife (PE), 20′, 2020, 10 anos – Com Luciana Souza, Sophia William, Erlene Melo, Eduarda Lemos

Sinopse: Pouco antes da pandemia, o mundo experimenta um fenômeno nunca antes visto. Marilene procura por sua filha Roberta, uma mulher trans que está desaparecida. Enquanto corre contra o tempo, ela descobre uma esperança para o futuro.

Histórias que Só Existem Quando Lembradas de Julia Murat, Brasil, Argentina, França, 90′, 2012, 10 anos – Com Sonia Guedes, Lisa E. Fávero, Luiz Serra, Ricardo Merkin e Antônio dos Santos

Sinopse: Jotuomba é uma cidade fictícia, ambientada no Vale do Paraíba, onde nos anos 30 grandes fazendas de café faliram e cidades antes ricas se tornaram quase fantasmas. Lá vive Madalena, a velha padeira, presa à memória de seu marido morto e enterrado no único cemitério da cidade, hoje trancado. Rita, uma jovem fotógrafa, chega à cidade e pouco a pouco modifica o cotidiano de Madalena e da vila.

Girimunho de Helvecio Marins Jr. e Clarissa Campolina, Minas Gerais, 88′, 2012, 10 anos – Com Bastu, Maria do Boi, Preta, Branca, Batatinha, Miltinho

Sinopse: No sertão mineiro, onde o tempo parece andar ao ritmo do rio, duas senhoras acompanham o girar do redemoinho. Bastú acaba de perder o marido Feliciano e sem choro busca abrigo nos sinais do dia a dia e em suas lembranças. Mas é na liberdade dos sonhos e nas novidades trazidas pelos netos que ela faz sua própria transformação. Maria carrega em seu tambor a alegria e força de seu povo. Seu batuque ecoa os sons de outros lugares e marca a presença daquilo que não pode morrer. Neste universo onde a tradição é surpreendida pela novidade e a realidade pela invenção, pequenos movimentos podem fantasiar o correr da vida.

Erivaldo – O Astronauta Místico de Gurcius Gewdner, Florianopolis(SC), 6’, 2013, 12 anos – Com Erivaldo Mattus e Rupi, o cão. Narrações de Marcius Lindner, Priscilla Menezes & Rodrigo Golum.

Sinopse:  As viagens exploratórias do homem a Marte começaram em 1988. Rezam os factoides, que boa parte dos astronautas voltaram das viagens espaciais malucos ou com delírios místicos. Desde que mantido sigilo total, um grupo seleto de jornalistas espalhados pelo planeta ficaram a par destas excursões, entre eles alguns jornalistas do staff d’O GLOBO. Os relatórios dos astronautas são raros, mas constantes e entregues de duas formas: relatos em áudio e filmagens dos passeios a campo, estrelados pelo corajoso astronauta brasileiro Erivaldo Mattus. Com o desaparecimento misterioso de nosso herói alagoano, é chegada a hora de alguns destes relatos virem ao conhecimento do público, através dos infalíveis arquivos acumulados por Gurcius Gewdner.

Encarnación del Tinhoso de Petter Baiestorf, Palmitos (SC), 7’, 2009, 10 anos – Com Elio Copini

Sinopse: Crente, ao ler uma bíblia, sente o poder de deus entrar em seu corpo, e luta contra o espírito santo na batalha santa da metalinguagem.

O Desejo do Morto de Ramon Porto Mota, Campina Grande (PB), 33’, 2013, 16 anos – Com Tavinho Teixeira, Fernando Teixeira, Ana Luisa Camino, Edyvania Emily

Sinopse: “A velhice não é uma batalha, é um massacre”.

As Fábulas Negras de Rodrigo Aragão, Petter Baiestorf, Joel Caetano e José Mojica Marins, Guarapari (ES), 92’, 2015, 16 anos – Com Hugo Firme Fraga, Diego Fernandes, José Mojica Marins

Sinopse: Um grupo de crianças embarca numa aventura macabra povoada com personagens do imaginário popular brasileiro – lobisomem, bruxa, fantasma, monstro e Saci. Com o encontro antológico entre quatro dos nomes mais importantes do terror nacional: Rodrigo Aragão, Petter Baiestorf, Joel Caetano e José Mojica Marins, o eterno Zé do Caixão.

A Alegria de Felipe Bragança e Marina Meliande, Rio de Janeiro (RJ), 100′, 2010, 14 anos. – Com Tainá Medina, Junior Moura, Flora Dias, César Cardadeiro, Rikle Mirando, Mariana Lima, Marcio Vito, Maria Gladys, Sandro Mattos e Clara Barbieri.

Sinopse: A Alegria é uma fábula sobre juventude e coragem. Conta a história de Luiza, menina de 16 anos, que não aguenta mais ouvir falar no fim do mundo… Em uma noite de Natal, seu primo João é baleado misteriosamente em uma rua na Baixada Fluminense e desaparece no meio da madrugada. Semanas depois, enquanto Luiza passa dias sozinha no apartamento onde vive com sua mãe no Rio de Janeiro, um misterioso visitante vem bater à sua porta: João, como um fantasma, pedindo para se esconder ali.

Quintal de André Novais Oliveira, Contagem (MG), 20’, 2015, – Com José Novais Oliveira, Norberto Novais Oliveira, Ítalo Laureano, Miriam Franco, Marcos Dumont, Roberta Veiga, Geraldo Veloso e Nísio Teixeira.

Sinopse: Mais um dia na vida de um casal de idosos da periferia.

Contos da Maré de Douglas Soares, Rio de Janeiro (RJ), 17’, 2013, Livre – Com Nathalya Cavalcanti, Débora Vanassian, Edmundo Sarcineli e Christian Santos

Sinopse: Lendas urbanas, memórias de uma família e do local onde moram. Uma história de lobos, cobras e porcos para uma complexa Maré.

Sol Alegria de Tavinho Teixeira, João Pessoa (PB), 90’, 2018​, – Com Mariah Teixeira, Joana Medeiros, Mauro Soares, Toreba Sagi, Suzy Medeiros, Ney Matogrosso e Tavinho Teixeira

Sinopse: Acompanhe a história de uma excêntrica família que viaja em uma missão pelo Brasil, durante a ditadura, tentando salvar a humanidade da extinção.

Nua Por Dentro do Couro de Lucas Sá, São Luís (MA), 20’, 2014, 16 anos – Com Miriã Possani, Gilda Nomacce, Dagma Colomby, Lia Gonçalvez de Azevedo, Tais Galindo, Marcela Bueno, Teci Jr Pereira

Sinopse: Acompanhe a história de uma mulher que protege sua carne, mas o couro começa a cair.

Estátua de Gabriela Almeida Amaral, São Paulo (SP), 25’, 2014, 16 anos – Com Maeve Jinkings, Cecília Toledo, Clarissa Kiste

Sinopse: A babá Isabel está no sexto mês de gestação e não pode esperar para ser mãe. Até conhecer Joana.

Chico de Irmãos Carvalho, Rio de Janeiro (RJ), 23’, 2016, 12 anos – Com Jeckie Brown, Lucia Talabi, Fabricio Assis

Sinopse: 2029. Treze anos depois de um golpe de Estado no Brasil, crianças pobres, negras e faveladas são marcadas em seu nascimento com uma tornozeleira e têm suas vidas rastreadas por pressupor-se que elas irão, mais cedo ou mais tarde, entrar para o crime. Chico é mais uma dessas crianças. No aniversário dele, é aprovada a lei de ressocialização preventiva, que autoriza a prisão desses menores. O clima de festa dará espaço a uma separação dolorosa entre Chico e sua mãe, Nazaré.

INÉDITOS DO BRASIL

A Melhor Versão de Mim de Kallyo Aquiles, Brasília (DF), 23’, 2020, Livre – Com Marcos Alberto Filho (Lucas), Brenda Barbosa (Marina), Ana Luísa (Suzane)

Sinopse: Lucas se esforça para ser adotado e passa seus dias sendo provocado pelas outras crianças. Seu único amigo é a música, mas isso muda quando ele conhece Marina, uma garota que afirma vir de outro planeta.

Mãtãnãg, A Encantada de Shawara Maxakali e Charles Bicalho, Belo Horizonte (MG), 14′, 2019, Livre  – Com Alexandre Maxakali, Ariston Maxakali, Eliane Maxakali, Shawara Maxakali

Sinopse: A índia Mãtãnãg segue o espírito de seu marido, morto picado por uma cobra, até a aldeia dos mortos. Juntos eles superam os obstáculos que separam o mundo terreno do mundo espiritual. Uma vez na terra dos espíritos, as coisas são diferentes: outros modos regem o sobrenatural. Mas Mãtãnãg não está morta e sua alma deve retornar ao convívio dos vivos. De volta à sua aldeia, reunida a seus parentes, novas vicissitudes durante um ritual proporcionarão a oportunidade para que mais uma vez vivos e mortos se reencontrem. Falado em língua Maxakali e legendado, Mãtãnãg se baseia em uma história tradicional do povo Maxakali. As ilustrações para o filme foram realizadas em oficina na Aldeia Verde, no município de Ladainha, em Minas Gerais.

Claudia e o Crocodilo de Raquel Piantino, Brasília (DF), 12’, 2019, Livre. – 

Sinopse: Claudia vive em um sossegado bairro com seu animal de estimação, Max, o crocodilo. Em seu cotidiano, Claudia divide seu tempo entre seu trabalho e seu lar, Max quando está sozinho em casa pode encontrar passagens para sair e interagir com a vizinhança

Cova Humana de Joel Caetanos, São Paulo (SP), 10’, 2019, 10 anos – Com Joel Caetano, Ivete Zani e Mariana Zani

Sinopse: Ele enterrou sua dor profundamente, mas ela insiste em voltar.

Fragile de Ramon Faria, Recife (PE), 11’, 2018, Livre – 

Sinopse: Mr. Nakashima teve um interessante passado mas agora quer viver longe destas lembranças. Após anos de solidão, ele decide adquirir um robô para ajudar nos afazeres diários. A amizade vai crescendo e eles vivem felizes e tranquilos. Porém, uma criatura resolve fazer uma visitinha e as coisas começam a sair do lugar.

O Radar de Marisa Mendonça, Brasília (DF), 22′, 2019, 12 anos – Com Angelo Macarius, Rose Samyra

Sinopse: Angelo é surpreendido com uma multa de trânsito que revela o paradeiro de sua moto roubada. Enquanto persegue o ladrão, ele descobre aos poucos que mistérios maiores o aguardam em uma estranha aventura.

Mamãe Tem um Demônio de Demerson Souza, São Paulo (SP), 25’, 2020, 14 anos – Com Hevelin Gonçalves e Soraia Costa

Sinopse: Tete Barilove está morta, mas seu corpo desapareceu. Beni, uma grande fã, descobre pistas que podem trazer a verdade sobre a cantora brasileira mais famosa dos anos noventa.     

Ditadura Roxa de Matheus Moura, Belo Horizonte (MG), 23’, 2020, 12 anos – Com Meibe Rodrigues, Paulo Trindade, Leon Ramos, Chris Geburah e Marcus Labatti.

Sinopse: Yeda, mulher verde, vende pães para sustentar a casa onde vive com seu marido doente. Por meio do contexto das pessoas verdes, conhecemos a realidade de quem vive à margem de uma sociedade roxa e conservadora. Uma oportunidade faz com que Yeda repense sua identidade e seus valores.

Em Cima do Muro de Hilda Lopes Pontes, Salvador (BA), 15’, 2019 – Com Nayara Homem, Enoe Lopes Pontes, Karol Senna, Luisa Prosérpio, Paula Lice, Marcelo Praddo e Vinícius Bustani

Sinopse: Mergulhada numa depressão profunda, Amélia tenta encontrar nas redes sociais uma aprovação dos seus seguidores, mas, sua falta de bom senso quebrará todas suas expectativas de se tornar uma digital influencer.

A Retirada Para um Coração Bruto de Marco Antônio Pereira, Cordisburgo (MG), 33’, 2018, Livre – Com Manoel do Norte, Geraldo dos Santos, Geraldo Goulart, Wellington Junior, Ivany da Silva

Sinopse: Ozório é um senhor que vive sozinho em um local isolado. Ele passa os dias ouvindo rock no rádio, enquanto vive o luto da sua companheira. Isso até que um movimento no céu quebra sua solidão.

Jamary de Begê Muniz, Manaus (AM), 18’, 2021, Livre – Com Julia Cabral, Rosa Maria Malagueta, Elisa Telles, Isabela Catão, Clara de Sousa Leonel, Eduardo Sousa, Alex Lima, Valderes Souza, Moacy Freitas, Jôce Mendes, Begê Muniz.

Sinopse: Ane passa as tardes brincando nos arredores da floresta com seus primos, até se deparar com o Anhangá, um espírito indígena que rodeia a sua comunidade. Mas ao adentrar mais profundamente na floresta, Ane se depara com uma verdadeira assombração

Nervo de Pedro Jorge e Sabrina Maróstica, São Paulo (SP), 12′, 14 anos – Com William Amaral, Gisele Valeri, Angela Ribeiro e José Eduardo Delfini

Sinopse: Um homem bêbado desaparecido. Uma geladeira trancada. Uma unha no bolo de carne. Uma circunstância suspeita.

O conforto das ruínas de Gabriela Lourenzato, São Paulo (SP), 18’, 2020, Livre – Com Ellen Silva e Tamirys Rodrigues

Sinopse: Uma longa e cruel tempestade se aproxima. Ela sumiu. Em busca de pistas do

Paradeiro dela, com a perspectiva de quem acaba de descobrir o mundo, Madu observa atentamente a cidade e suas relações de poder.

Os Últimos Românticos do Mundo de Henrique Arruda, Recife (PE), 23’, 2020, 14 anos. – Com Mateus Maia, Carlos Eduardo Ferraz, Gilberto Brito, Sóstenes Fonseca, Sharlene Esse, Raquel Simpson, Odilex Lins, Suelanny Carvalho e Andreia Valois.

Sinopse: 2050. O mundo como conhecemos está prestes a ser extinto por uma misteriosa nuvem rosa. Distantes do caos urbano, Pedro e Miguel buscam apenas a eternidade

Nossas redes

Site: https://www.festivalfantastico.com/

Instagram: @festivalfantastico https://www.instagram.com/festivalfantastico/

Youtube : https://www.youtube.com/channel/UCdol7cwli-aSlzJVeg46cDA

Twitter @festfantastico  – https://twitter.com/festfantastico

Facebook @festfantastico  https://www.facebook.com/festfantastico

Vimeo: https://vimeo.com/festivalfantastico

Para mais informações entre em contato:

Katia Carneiro:: katia.carneiro@agenciafebre.com.br 21 99978-2881
21 2555-8900

Siga-nos no Instagram e no Linkedin.

Videos integrados da mensagem


Compartilhar