Soldera estreia com médias aquecidas na Temporada de Primavera

14 de agosto de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Realizado fora das tradicionais regiões da pecuária de corte, o 1º Leilão Soldera Portas Abertas, promovido pela Cabanha Soldera, marcou o começo da Temporada de Primavera no Rio Grande do Sul com tarde de casa cheia e vendas aquecidas em Panambi (RS).

A comercialização de 97 animais Angus e 22 Brangus alcançou faturamento de R$ 1,84 milhão. O ponto alto foi a venda da vaca Soldera TEI 6254  por R$ 100,1 mil para a criadora Mirian Brune, da Cabanha da Figueira, de Panambi (RS).

Disputada lance a lance, a vaca é fruto de embrião importado dos Estados Unidos e carrega genética Resource e SAV com terneiro ao pé.

A Cabanha da Figueira trabalha com equinos Crioulos e gado europeu e está retomando investimento em genética de ponta Angus.

Nos machos, a média foi de R$ 21,9 mil nos Angus PO e de R$ 19 mil nos Brangus. A média das fêmeas fechou em R$ 12,9 mil para as Angus PO e em R$ 15,2 mil para as Brangus.

O leilão marcou a estreia da Família Soldera em remate solo. Referência em integração lavoura-pecuária, a propriedade tem áreas de soja, milho e trigo.

A pecuária foi incorporada para amplificar a atuação e ciclar nutrientes no solo. “Esse é um projeto que teve origem com os nossos pais Gasparino e Miracy Soldera e ganhou força com seus filhos.

O leilão vem consolidar um trabalho sério que conta com o empenho de dezenas de funcionários e parceiros”, comentou o pecuarista Adenir Soldera, que conduz a cabanha ao lado da família.

Presente no remate, o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski, pontuou que a Cabanha Soldera é um exemplo dentro da raça, realizando um trabalho sério e comprometido.

“Todos nós criadores precisamos estar preparados para atender ao mercado, que é cada vez mais exigente em termos de qualidade”.

O Leilão Soldera Portas Abertas contou com a presença de criadores de 42 municípios e recebeu lances dos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo e de Minas Gerais.

Realizado no formato híbrido (presencial e virtual), o pregão foi transmitido pelo Canal do Criador e Lance Rural, com o leiloeiro Fábio Crespo no martelo. O escritório foi a BC Remates e a assessoria, a SAP.

Leilão Solidário

Seguindo a tradição da Família Soldera, o Leilão Portas Abertas também teve seu momento solidário. Para auxiliar o projeto Santa Dulce dos Pobres, de Panambi (RS), a propriedade leiloou o reprodutor Angus 20341, arrematado por R$ 14,3 mil pela Girotto Pecuária, de Iturama (PR).

O leiloeiro Fábio Crespo ainda puxou um movimento de doações espontâneas que arrecadou mais R$ 2,6 mil.

O projeto Santa Dulce dos Pobres atende pessoas em situação de vulnerabilidade social, arrecadando roupas, alimentos e realizando oficinas profissionalizantes.

Fotos: Vaca do lote 111 – preço top do remate
Crédito: Carolina Jardine

AIorK4xyfUCWXpROXk6jZ_O-7v0RWci_x5ewq1GPet_DIWzCnDMJ6we3jUakymR-18y6mIYP9OsifTg

Rua dos Andradas, 1464/113 – Centro Histórico, Porto Alegre (RS)
reportagem@jardinecomunicacao.com.br51 3224.0104 | 3086.0105 | 999.111.342
Jornalistas responsáveis:
Carolina Jardine, Grasiela Duarte, Kimberly Winheski e Leticia Szczesny


Compartilhar