SPOILER NOVELA PANTANAL: Pantanal Conheça o Velho do Rio e Eugênio, protetores do bioma

26 de fevereiro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Velho do Rio e o chalaneiro Eugênio, interpretado, respectivamente, por Osmar Prado e Almir Sater.

Por EDUARDO ELIAS – 26/02/22 às 13H18 atualizado em 26/02/22 às 13H20

Reprodução Rede Globo

Há dois personagens que transitam por todos os núcleos e fazem parte da primeira e segunda fases da nova versão da novela “Pantanal”, escrita por Bruno Luperi, com direção artística de Rogério Gomes: o Velho do Rio e o chalaneiro Eugênio, interpretado, respectivamente, por Osmar Prado e Almir Sater.

O primeiro é uma lenda, apenas quem o vê tem certeza sobre sua existência. Há quem acredite que quando o velho Joventino (Irandhir Santos) desaparece sem deixar rastros, na verdade morre e encanta no Velho do Rio. O segundo é bem vivo, e visto por todos que chegam e saem do Pantanal.

O que eles têm em comum? Grandes conhecedores daquelas terras, assumem a função de protegê-las. Mais que isso, o Velho do Rio (Osmar Prado) é o ponto de contato entre o mundo físico e espiritual, e a síntese de uma consciência ecológica coletiva.

Ele é um encantado, uma espécie de guardião deste paraíso em terra que se chama Pantanal. Apresenta-se vezes em forma de gente, vezes em forma de sucuri, a maior de todas que já se viu pelo Pantanal.

Já Eugênio (Almir Sater) é condutor de chalana desde que se compreende por gente. Assim como o Velho do Rio, pode-se dizer uma figura encantada, mítica, que abriga aquela planície alagada. Tal qual as águas, Eugênio e sua chalana têm um propósito muito forte, de purificar e trazer vida nova, preservando o equilíbrio daquele paraíso.

“Pantanal” é escrita por Bruno Luperi, baseada na novela original escrita por Benedito Ruy Barbosa. A direção artística é de Rogério Gomes, direção de Walter Carvalho, Davi Alves, Beta Richard e Noa Bressane. A produção é de Luciana Monteiro e Andrea Kelly, e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.

MS Notícias


Compartilhar