SURPRESA | AUDIÊNCIA: Em guerra por fenômeno de 300 milhões, Globo e SBT são obrigadas a dividirem estrela após traição

4 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Os canais rivais vão compartilhar os direitos de transmissão de um torneio esportivo

Por EDUARDO ELIAS – 02/03/22 às 17H13 atualizado em 02/03/22 às 17H19

Globo e Silvio Santos vão dividir direitos de torneio no Sportv e no SBT – Foto: Montagem/ Reprodução

Mesmo vivendo uma guerra nos bastidores por conta de um fenômeno de audiências, Globo e SBT foram envolvidos em uma negociação pra lá de peculiar e serão obrigados a dividirem os direitos de transmissão de uma nova “estrela” na programação de ambos os canais.


Trata-se dos jogos da seleção brasileira de futebol feminino, que irá disputar o torneio Sul-Americano sub 17 a partir desta quarta-feira, 02.

Segundo o que foi divulgado pelo Notícias da TV, a Globo adquiriu os direitos do campeonato junto a Conmebol, entidade que organiza o torneio. No entanto, o SBT também tem os direitos de transmissão por conta do pacote da Copa Libertadores, que foi comprado em 2020.


Sendo assim, o campeonato de futebol feminino pode ser uma das raras atrações divididas entre as empresas da família Marinho e de Silvio Santos.

Já nesta quarta-feira, o SporTV, canal a cabo da Globo vai transmitir a partida, enquanto isso, em contato com o NTV, o SBT afirmou que estuda como vai usar o torneio em sua programação.
 

Segundo a apuração do portal, o canal de Silvio Santos deve transmitir as fases finais da competição nas plataformas digitais do SBT Sports.


Globo e SBT vão dividir os direitos do campeonato sul-americano de futebol feminino- Foto: Reprodução

DISPUTA ENTRE GLOBO E SBT PELA LIBERTADORES É UM POUCO MAIS AGRESSIVA

Se no futebol feminino SBT e Globo vão dividir os direitos, no que diz respeito a Copa Libertadores, o cenário está longe de ser tão cordial.

Anvisa libera uso de Spray que é melhor avaliado que o Famoso Azulzinho!
Também segundo o NTV, a disputa pela transmissão do principal campeonato de clubes do continente é uma das mais acirradas dos últimos anos. Estima-se que o canal que queira contar com o jogos da Libertadores a partir do ano que vem tenha que pagar cerca de 300 milhões para a Conmebol.

O resultado final sobre quem ficará com a atração que é um fenômeno de audiência sairá no dia 4 de abril. O SBT luta para manter a competição que é o carro-chefe do seu projeto esportivo. Já a Globo quer o retorno da Libertadores para voltar a ser um dos líderes na transmissão de futebol no Brasil.

Mesmo com o SBT na disputa pelo torneio, segundo Flávio Ricco, do R7, visando uma futura negociação com outros canais, a Conmebol passou o canal de Silvio Santos pra trás e já fez reuniões com executivos de todas as emissoras brasileiras, dias antes da final da Libertadores do ano passado.

Além da “cortesia”, a atual parceria comercial de Silvio Santos também marcou reuniões paralelas com os representantes dos canais, incluindo a Globo, algo que foi visto como uma “traição” nos bastidores do canal de Anhanguera.

MS Notícias


Compartilhar