Suspeito de tiroteio no metrô de Nova York é preso

13 de abril de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Homem de 62 anos alugou van que pode estar ligada ao ataque que deixou mais de 20 feridos

  • Redação Terra

Frank R. James Foto: ReproduçãO

13 abr 2022 15h16 | atualizado às 16h14 ver comentários

Vídeo mostra desespero de pessoas em metrô de NY após tiroteio: Current Time 0:08/Duration 2:29

Um homem de 62 anos, Frank R. James, foi preso nesta quarta-feira, 13, por suspeita de atuação no tiroteio em um trem do metrô de Nova York (EUA), que deixou ao menos 23 pessoas feridas. A informação foi confirmado por Eric Adams, prefeito de Nova York, que agradeceu a equipe de polícia.

O suspeito é o responsável por alugar uma van que pode estar ligada ao ataque, já que as chaves do veículo estavam com outros produtos usados na ação. Ele foi preso no East Village, em Manhattan.

Notícias relacionadas

Frank R. James Foto: Reprodução

“Recuperamos vídeos dele de ontem, um pouco antes do incidente, em que ele usava a mesma capa escura que foi recuperada na cena do crime. Ele também foi visto três quarteirões antes da estação, local onde ele deixou a van”, disse a polícia.

Foto: Reprodução

A Glock 9 milímetros, arma achada na cena do crime, foi identificada como sendo de Frank R. James. Ele teria comprado a arma em 2011, em Ohayo. A motivação do crime ainda não foi divulgada.

James pode responder por crime federal e pegar pena de prisão perpétua por “uso de arma letal com intensão de causar ferimentos”, de acordo com as autoridades americanas. 

Até o momento, sabe-se que James alugou a van na Filadélfia, onde tem uma casa, e viajou até Nova York. Ele ainda é proprietário de uma outra residência em Wisconsin. Investigações revelaram vídeos do idoso criticando o atual prefeito da cidade, Eric James, e os “problemas” dos moradores de rua.

Ataque a tiros em metrô de Nova York deixou feridos
Ataque a tiros em metrô de Nova York deixou feridos Foto: Jeenah Moon / Reuters

Já sobre o ataque, os detalhes colhidos até o momento indicam que o autor começou a fazer a ação ainda com o vagão da Linha N em movimento. Ele jogou uma bomba de gás, colocou uma máscara para se proteger e abriu fogo. Foram contadas 33 marcas de bala. Depois, ele teria pegado uma arma Glock 9 milímetros, mas ela emperrou e ele parou de atirar para fugir na estação da Rua 36.

Dentro do vagão, ficou uma sacola com as chaves da van, munições, um pequeno machado, fogos de artifício e uma embalagem com gasolina. As autoridades ainda encontraram outras bombas de gás e uma arma na estação. “Tivemos sorte, poderia ter sido muito pior”, disse a chefe da polícia, Keechant Sewell.

* Com informações da Ansa Fonte: Redação Terra


Compartilhar