TCE-MS ratifica adesão à A3P e cria comissões para implementar ações

TCE-MS ratifica adesão à A3P e cria comissões para implementar ações

26 de maio de 2022 Off Por Danielsuzumura
Compartilhar

O Diário Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul desta quarta-feira, 25 de maio, traz uma portaria que institui as comissões para a implementação da Agenda Ambiental na Administração Pública, a A3P.

A Corte de Contas ratificou sua adesão à A3P e, com a portaria assinada pelo presidente, conselheiro Iran Coelho das Neves, institui a formação de duas comissões, gestora e executiva, integradas por servidores do Tribunal, que vão atuar no desenvolvimento de ações e procedimentos para gestão institucional da Agenda Ambiental no âmbito do TCE-MS.

À Comissão Gestora de Implementação da A3P caberá a responsabilidade de formular e definir diretrizes e estabelecer metas, além de elaborar normas, monitorar desempenho e divulgar informações e dados para os servidores sobre a operacionalização de ações da Agenda, entre outras coisas.

A Comissão Executiva dos Trabalhos será a responsável por realizar o diagnóstico socioambiental, elaborar plano de gestão, realizar avaliações periódicas e manter atualizados os dados junto ao sistema de monitoramento da A3P.

AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – A3P

O programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) foi criado pelo Ministério do Meio Ambiente com o objetivo de promover e incentivar as instituições públicas no país a adotarem e implantarem ações na área de responsabilidade socioambiental em suas atividades internas e externas.

É uma iniciativa voluntária e que demanda engajamento pessoal e coletivo. As instituições e seus funcionários são incentivados a adotar ações sustentáveis no ambiente de trabalho, desde pequenas mudanças de hábito, até atitudes que geram economia, com base em cinco eixos temáticos: uso racional dos recursos naturais e bens públicos, gestão adequada dos resíduos gerados, qualidade de vida no ambiente de trabalho, sensibilização e capacitação e licitações sustentáveis.

Por Tania Sother

TCE-MS


Compartilhar