Técnica de enfermagem é espancada até a morte no interior de SP; ex é suspeito

Técnica de enfermagem é espancada até a morte no interior de SP; ex é suspeito

17 de março de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Elda Mariel Aquino Fortes foi encontrada sem vida e com sinais de violência pelo corpo.

Redação Terra Redação Terra 

17 mar 2024 – 12h34
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Uma técnica de enfermagem de 29 anos foi espancada até a morte em Lorena, interior de São Paulo. O ex-namorado de Elda Mariel Aquino Fortes é suspeito do crime. Ela já havia registrado queixa contra ele por ameaça e violência doméstica.

Elda Mariel Aquino foi encontrada pela mãe já sem vida
Foto: Reprodução/Facebook

Uma técnica de enfermagem de 29 anos foi espancada até a morte, em Lorena, no interior de São Paulo. O corpo de Elda Mariel Aquino Fortes foi encontrado na manhã deste sábado, 16, dentro da sua casa, e o ex-namorado é suspeito do crime. As informações são da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo.

A mulher foi encontrada com marcas de violência e sem vida pela mãe, no imóvel que morava no Centro da cidade. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito no local. Ela deixa uma filha de 4 anos.

Notícias relacionadas
Milena Dantas Bereta Nistarda havia pedido medida protetiva contra o marido, Marcelo Nistarda Antoniassi Foto: Reprodução/Instagram:@marcelo_antoniassi
Mulher é morta horas depois de pedir medida protetiva contra o marido em SP
Ana Luana de Souza Carvalho foi morta a facadas na frente da filha Foto: Reprodução/Redes sociais
Mulher é morta a facadas pelo ex na frente da filha de 3 anos em Saquarema
Eiziane foi morta com 13 facadas Foto: Reprodução/Facebook
Jovem é morta por ex-marido minutos depois de Justiça conceder medida protetiva contra ele

De acordo com a emissora, a Polícia Civil informou que o ex-namorado de Elda é suspeito do crime, já que no início do ano, ela havia registrado um boletim de ocorrência contra ele por violência doméstica e ameaça. O paradeiro dele ainda não foi localizado pelas autoridades.

A técnica de enfermagem atuava na Santa Casa de Lorena desde fevereiro de 2022. Em nota nas redes, a unidade lamentou o ocorrido e manifestou solidariedade a familiares e amigos da funcionária.

“Dedicada e comprometida com o bem-estar dos nossos pacientes, Elda deixa um legado de amor, cuidado e profissionalismo em sua trajetória na Maternidade SUS, da Santa Casa de Lorena. Sua presença será profundamente sentida por todos que tiveram o privilégio de conhecê-la e compartilhar momentos ao seu lado”, diz a Santa Casa.

O Terra solicitou à Polícia Civil mais informações sobre o caso, mas até o momento, não teve retorno.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Fonte: Redação Terra


Compartilhar