Tribunal Trabalhista de São Paulo leiloa prédio e galpão industrial com 50% de desconto

28 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

A Sato Leilões promove disputa de alienação por iniciativa particular do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2º Região. O lote, com 175 mil m² de área total e 83 mil m² de área construída, tem lance inicial de R$ 167 milhões. O imóvel fica localizado em Osasco, na região da Grande São Paulo. Os lances podem ser dados no site do leiloeiro até o dia 4 de abril. 

“Este leilão é uma grande oportunidade para investidores e empresários, pois além de ter uma área extensa e uma excelente localização, Osasco está em um momento de ascensão tecnológica e de geração de empregos”, ressalta Antonio Hissao Sato Junior, leiloeiro público oficial e CEO da empresa Sato Leilões.

Além disso, o imóvel, avaliado em cerca de R$ 336 milhões, está com ótimo desconto de 50% e parcelamento em até 30 vezes. “As expectativas para o leilão são altas, o mercado de imóveis segue aquecido, o que torna essa, uma oportunidade única”,  finaliza o leiloeiro oficial.

Para participar deste e outros leilões da Sato Leilões, é preciso estar cadastrado no site do leiloeiro, ter 18 anos completos ou mais e estar de acordo com as informações presentes no edital do evento para, na hora da disputa do lote, estar ciente das condições de pagamento e retirada. As condições de parcelamento devem ser consultadas. 

Sobre a Sato Leilões

A Sato Leilões é uma empresa especializada em realizar leilões de diversos segmentos, entre eles de bancos, seguradoras, usinas, empresas públicas e privadas e demais comitentes sob esta forma de comercialização.

Além disso, a empresa possui equipes distintas para gerenciamento de cada segmento de mercado (imóveis, Leilões extrajudiciais com fundamento na Lei Federal 4.591/64 – Das incorporações imobiliárias, e Lei Federal 9.514/97 Sistema de Financiamento Imobiliário – SFI, veículos, (inteiros e sinistrados), aeronaves, inservíveis, máquinas e equipamentos, obras de artes e demais bens) podendo desta forma dar um atendimento mais eficiente e diferenciado para cada público distinto.

Por Camila Thomazelli


Compartilhar