Solução de gerenciamento de acesso físico mais inteligente facilita e torna mais eficiente a segurança das empresas

Solução de gerenciamento de acesso físico mais inteligente facilita e torna mais eficiente a segurança das empresas

5 de setembro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

A ferramenta Genetec ClearID automatiza e facilita o processo de emissão de autorizações para ingresso de colaboradores, clientes e visitantes nas instalações, bem como o controle de acesso à áreas restritas e estratégicas

É muito comum que as empresas tenham um sistema de controle de acesso moderno, cuja produtividade geral está sendo sufocada por solicitações de emergência e tarefas manuais. Por esta razão, a Genetec, líder em tecnologias de segurança unificada pública e privada, gestão de operações e soluções de inteligência de negócio, oferece o Genetec ClearID™, solução de gestão de acesso que contribui para aumentar a eficiência e segurança da companhia em todos os seus sites. 

“Implementar uma nova solução de controle de acesso é um passo crítico para melhorar a segurança física de uma empresa, pois eles ajudam a controlar melhor quem acessa seus ambientes e sites, além de poderem ser mescladas com outras tecnologias inovadoras para aperfeiçoar suas operações do dia-a-dia e sua segurança”, afirma Vitor Martins, diretor de vendas para canais e verticais da Genetec no Brasil. Com este tipo de solução é possível também mapear futuras atualizações, que incluam uso de novos leitores de biometria ou implementação de credenciais móveis. 
 

O Genetec ClearID ajuda a automatizar e realçar as decisões e processos que se concentram nas políticas de segurança física da empresa e nos direitos de acesso das pessoas. Essa solução ajuda a aliviar pontos sufocantes nos processos, contribuindo para maior eficiência e a conformidade com as boas práticas. “Um sistema de controle de acesso ajuda muito na segurança da companhia, pois os operadores podem usar para lidar com tarefas como ajustar privilégios de titulares do cartão, desativar credenciais de acesso, criar horários e regras de portas, etc.”, explica Martins.
 

Mas, segundo ele, até as mais avançadas soluções de controle de acesso não são designadas para otimizar os fluxos de trabalho. Isso acontece porque a equipe de segurança ainda tem muitas tarefas manuais demoradas para lidar quando manuseiam o controle de acesso físico, como:

  • Integração de novos funcionários – quando uma nova pessoa é contratada ou um empregado existente muda de emprego, a titularidade do cartão e os privilégios precisam ser adicionados ou atualizados. Fazer isso algumas vezes por dia ou por semana acrescenta trabalho e diminui o tempo do operador e é imprescindível porque os colaboradores precisam de acesso imediato.
     
  • Lidar com pedidos temporários – algumas vezes, funcionários precisam de acesso para uma certa sala, área ou ambiente, para um trabalho ou prazo específico. Então, fica para o operador checar com o departamento-chave ou gerente para validar o pedido e dar as permissões. É um longo processo de vai-e-vem que cria atrasos de entrega e precisa ser propriamente rastreado. Depois é preciso lembrar de remover esses privilégios e qualquer contratempo ou distração que entre no caminho desse processo atrasa a eficiência operacional e cria vulnerabilidades para sua organização.
     
  • Completando auditorias regulares – algumas indústrias altamente reguladas requerem que o controle de acesso seja frequentemente reportado e auditado. Isso significa a garantia de que apenas aqueles com o correto treinamento, papéis e autorizações de segurança podem ter acesso a certas salas ou sites, depois de detalhados os contextos por trás das exceções ou pedidos ad-hoc. “Reunir esses detalhes pode exigir que a equipe de administração vasculhe a papelada, recupere e-mails ou compile dados em planilhas do Excel. Independentemente disso, é um processo demorado e muitas vezes meticuloso que é propenso a erros e dificulta sua conformidade. E a lista de tarefas de controle de acesso manual não termina aí. Outros trabalhos, como lidar com permissões de contratados, solicitações de visitantes e convidados VIP, exigem tempo e atenção adicionais de sua equipe”, comenta Martins.

Segundo o executivo da Genetec, diante deste contexto, é comum que os operadores se desviem e cometam erros que colocam a empresa em risco. “Por outro lado, confiar em uma ou duas pessoas para lidar com essas tarefas também pode criar um gargalo e comprometer a eficiência operacional”, diz Martins.
 

Diferenciais do Genetec ClearID

O ClearID ajuda a companhia a gerenciar centralmente os direitos de acesso dos colaboradores e contratados, automatizando todas essas tarefas manuais de acordo com as políticas estabelecidas. Faz isso usando provisionamento baseado em atributos, o que significa que a solução concede ou revoga automaticamente direitos de acesso com base em critérios específicos do funcionário, incluindo departamento, local, cargo, descrição do cargo, nível salarial, treinamento, certificações, autorização de segurança e muito mais. “Ou seja, se um funcionário que trabalhava no departamento de marketing em São Paulo for transferido para o escritório de Salvador, o sistema ajustará automaticamente seus direitos de acesso”, detalha Martins.

É uma solução de gerenciamento de acesso, que leva a automação ainda mais longe, e traz benefícios como: 

  • Solicitações de autoatendimento – com o ClearID, os funcionários podem acessar um portal de serviços de autoatendimento na nuvem para inserir facilmente solicitações de acesso temporário, atualizações de atributos, acesso de visitantes ou contratados e mais. Gerentes ou chefes de departamento também podem usar o portal para marcar e completar revisões de acesso para seus times em qualquer momento.
  • Fluxos de aprovação automatizados – quando uma solicitação de acesso é enviada, o gerente de área ou tomador de decisão designado será automaticamente alertado e pode entrar no portal para revisar a solicitação e aprovar ou negar, ou até mesmo fazer ajustes nas permissões, como limitar o prazo. É possível também adicionar notas sobre o motivo pelo qual o acesso está sendo concedido ou revogado para garantir a audibilidade total posteriormente.
  • Políticas de integração padronizadas – Uma vez que o titular do cartão é colocado no sistema, ele garante que todos os direitos de acesso relevantes sejam concedidos de acordo com as políticas de segurança da empresa. Isso minimiza contratempos manuais e garante que os direitos de acesso estejam sempre atualizados.

“A facilidade de implementação é um benefício adicional. Se a empresa já tem nosso sistema de controle de acesso Synergis, a instalação do ClearID é simples e acessível, pois é 100% unificado com o Synergis. Isso garante que seja rápido e fácil de configurar e que todas as ações sejam sincronizadas na nuvem”, completa o executivo da Genetec.

Sobre a Genetec

A Genetec Inc. é uma empresa global de tecnologia que vem transformando o setor de segurança física há mais de 25 anos. Hoje, a empresa desenvolve soluções projetadas para melhorar a segurança, a inteligência e as operações de empresas, governos e comunidades em que vivemos. Seu principal produto, o Security Center, é uma plataforma de arquitetura aberta que unifica vigilância por vídeo baseada em IP, controle de acesso, reconhecimento automático de placas de veículos (ALPR), comunicações e análises. Fundada em 1997 e sediada em Montreal, Canadá, a Genetec atende seus clientes por meio de uma extensa rede de parceiros de canal e consultores certificados em mais de 159 países. 

ink Com,.


Compartilhar